Entretenimento

Depois da castração, quanto tempo leva para o gato ficar mais calmo?

gatos
0

A castração é a medida mais eficaz para evitar gestações indesejadas do seu pet, além de protegê-lo de algumas doenças que podem se desenvolver com o passar do tempo. Por outro lado, essa também é uma cirurgia delicada que pode mudar o comportamento do seu gato por algum tempo; afinal, é um processo que envolve muitas mudanças hormonais, então é perfeitamente normal reparar que seu bichano está diferente. Isso não é motivo de preocupação e tende a passar naturalmente, como veremos melhor a seguir.

Uma cirurgia de castração visa remover os principais órgãos reprodutores dos gatinhos, que no caso dos machos seriam os testículos e, para as fêmeas, os ovários e o útero. Esses órgãos também são responsáveis por grande parte da produção hormonal dos bichinhos, então ao removê-los, o gato tende a perder boa parte da sua disposição e agitação. Um exemplo: machos tendem a ser mais territorialistas e arranjar briga com outros gatos; já as fêmeas ficam mais agitadas e carentes quando estão no cio. Tudo isso muda após a castração, deixando os felinos mais tranquilos.

Contar com um bichinho mais calmo em casa certamente é uma grande vantagem, e muitos até encaram como um dos principais atrativos da castração, mas é importante ter em mente que essa mudança de comportamento não acontece da noite para o dia. Leva um tempo para que o gato comece a se adaptar a essa nova realidade, então a princípio ele continuará agindo como sempre agiu.

Nos primeiros três meses após a cirurgia, o gatinho ainda terá uma quantidade considerável de hormônios no organismo, então provavelmente não apresentará nenhuma mudança comportamental. Eles inclusive continuarão apresentando desejo de cruzar com outros gatos e de sair para passear à noite, então é preciso manter um certo controle sobre a situação, da mesma forma como era antes da castração. Conforme os meses forem passando, a taxa hormonal vai caindo e ele começará a ficar mais caseiro.

Manter seu pet distraído nesse período de adaptação também ajuda a mantê-lo mais calmo, então invista em alguns brinquedos ou um arranhador para gato; assim, ele pode extravasar sua energia e não sentirá tanta necessidade de sair o tempo todo. No geral, basta ter paciência e dar espaço para que a mudança aconteça de forma natural e gradual.

Relembre o caso da “luz misteriosa” que visitou Chico Xavier no hospital

Matéria anterior

O que pode estar por trás da apatia em crianças?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos