Curiosidades

Depois de 2 semanas de uso, mulher recebe conta de luz de R$ 12 bilhões

0

A maioria de nós chega em um momento da vida em que temos que pagar contas, os famosos boletos, e isso não é uma novidade para ninguém. No entanto, o que pode assustar a pessoa é o valor da conta. Esse foi o caso dessa mulher.

Depois de receber sua conta de energia, Brenda McCossick, de 50 anos, ficou totalmente assustada. Geralmente, a conta da mulher vem no valor de 50 libras esterlinas, o equivalente a 325 reais. Entretanto, a mulher, que mora no Reino Unido, se surpreendeu com o último valor da sua conta. Ela veio em 1,9 bilhão de libras esterlinas, equivalente a 12,3 bilhões de reais. O pior de tudo, a mulher tinha usado a energia por apenas duas semanas.

Por conta do valor, a mulher sabia que a empresa responsável por cobrar o valor, a Shell Energy, teria mandado a conta errada para sua casa. “Eu sabia que o valor estava subindo devido ao aumento das contas de energia, mas não podia acreditar. Deve ser um recorde para a maior conta de energia de todos os tempos”, disse ela.

Conta

The Sun

“Eu costumo desligar as luzes quando saímos de uma sala e me certifico de que somos o mais ecológicos possível, então eu sabia que não poderia estar certo”, ressaltou ela.

Claro que a mulher ligou para a empresa para fazer sua reclamação e dizer que aquele valor absurdo não condizia com o seu consumo de energia. “Eu estava preocupada que, independentemente de ser ridículo, eles ainda tentariam tirar o máximo de dinheiro possível da minha conta e me deixar sem dinheiro”, disse ela.


Depois de ter feito isso, sua real conta, com o valor correto, chegou até sua casa. O boleto era de 46 libras esterlinas, ou 299 reais.

“Este foi um erro em nosso aplicativo que afetou um pequeno número de clientes, e não esperamos que Brenda pague pelo fornecimento mundial de gás. Qualquer cliente com o mesmo erro de aplicativo pode ter certeza de que não terá nenhum impacto em seus pagamentos por débito direto”, informou a Shell Energy.

Recorrente

Mirror

Embora o erro que aconteceu com Brenda tenha sido gigante e percebido de cara, esse tipo de superfaturamento das empresas de energia não é uma coisa nova. Segundo uma entrevista feita pelo “Mirror” com uma mulher de 80 anos, ela recebeu uma conta de energia no valor de um milhão de libras esterlinas da British Gas, em 1980.

“Eu apenas ri quando a conta caiu pela porta e rapidamente liguei para a British Gas para contar a eles sobre seu erro. Foi uma jovem com quem falei que me disse oficialmente que, se esse fosse o valor mostrado na minha conta, eu teria que pagá-lo. Tivemos uma troca de algumas palavras e ainda me lembro de dizer a ela que ela deveria anotar meu número e pedir a alguém com um pouco de inteligência para me ligar de volta”, relembrou a mulher.

“Alguém me ligou de volta e aconteceu que o leitor do medidor havia transposto dois dígitos e, portanto, o relógio do medidor deu voltas e voltas novamente. Pouco depois disso, recebi um projeto de lei emendado junto com um pedido de desculpas, mas nenhuma oferta de compensação”, continuou.

Energia

News week

No Reino Unido, aproximadamente 22 milhões de residências com tarifas variáveis ​​padrão terão que desembolsar 693 libras esterlinas extras anualmente em suas contas de energia. Isso porque o preço máximo aumenta em abril.

Além desse reajuste, se espera que o teto de preço suba mais uma vez em outubro. Segundo especialistas, isso pode fazer com que um quarto de todos os britânicos fiquem incapazes de pagar por aquecimento em suas casas.

Fonte: Mirror

Imagens: The Sun, Mirror, News week

Problemas mentais figuram entre as sequelas mais persistentes do COVID

Matéria anterior

Shein abre primeira loja do Brasil no Rio de Janeiro

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos