Recentemente, alguns incidentes peculiares envolvendo diplomatas americanos tem chamado a atenção da população e provocado certa preocupação. Afinal, será que eles estão realmente sofrendo ataques misteriosos capazes de fazer com que eles fiquem doentes? O fato do governo não ter informações suficientes para responder a essa pergunta fez com que muitas pessoas começassem a criar teorias da conspiração a respeito do assunto.

Além disso, por parte do próprio governo, uma força-tarefa acabou sendo desenvolvida com o objetivo de descobrir o que tem feito com que os diplomatas fiquem doentes. Algumas pessoas acreditam que isso se trate de uma espécie de arma sônica secreta capaz de causar um estranho ruído auditivo em seus alvos e, consequentemente, outros problemas de saúde. E, aparentemente, diversos diplomatas já teriam sofrido 'ataques sônicos' similares nos últimos anos, depois de irem para o exterior.

Os ataques

Publicidade
continue a leitura

Ao que tudo indica, o primeiro 'ataque sônico' registrado aconteceu em Havana, capital de Cuba, no final de 2016. Voltando a acontecer, posteriormente, na China. Registrando, até o momento, cerca de 26 americanos confirmadamente afetados por alguma espécie de onda ainda não identificada. Além disso, em busca de identificar o problema, a Associated Press já reuniu aproximadamente 200 diplomatas estadunidenses e seus familiares para participarem de um programa de triagem.

Outro fator preocupante, que tem deixado os especialistas perplexos, é o fato das vítimas estarem relatando experiências e sintomas parecidos. O que, sem dúvida, faz com que isso não pareça uma mera coincidência. Dentre os indicadores do ataque, aqueles que enfrentaram o problema em Cuba relataram ter ouvido uma espécie de ruído em seus ouvidos e uma gravação dele foi disponibilizada, como você pode ver acima. E os sintomas apresentados depois disso incluem a perda de audição, zumbidos, tontura, problemas de equilíbrio, dificuldades visuais, dores de cabeça, fadiga, problemas cognitivos e problemas com o sono.

Publicidade
continue a leitura

Preocupações

Publicidade
continue a leitura

Mesmo não sabendo quem poderia estar causando esse tipo de ataque nos diplomatas americanos, e como estariam fazendo isso, o caso tem gerado preocupação. Aparentemente, os únicos casos confirmados sobre o assunto foram os referentes a Cuba e a China, fazendo com que os Estados Unidos emitisse um alerta para o seu povo. Eles pediram para aqueles que forem viajar para a China estejam alerta quanto a fenômenos auditivos, como o mostrado, e sensoriais. E, caso notem algo incomum, procurem por atendimento médico.

Para complementar, o aviso relacionado a Cuba foi um pouco mais drástico. Afinal, eles foram recomendados a reconsiderar qualquer tipo de viajem para o país. Infelizmente, mesmo tendo soltado os alertas e preocupado a população, o Departamento de Estado tem sido relutante na hora de liberar informações sobre o assunto. Os teóricos acreditam que isso possa ser o resultado de micro-ondas ou ondas de rádio direcionadas. Mas, mesmo assim, tudo ainda parece um mistério. Não sabemos se esses casos podem vir a se tornar mais abrangentes e preocupantes para o nosso povo. Ainda assim, se essa for uma nova espécie de arma sônica talvez seja melhor darmos mais atenção para ela. O que acham?

Publicado em: 28/06/18 14h29