Do que são feitas as pastas de dente?

POR Eduardo Coelho    EM Curiosidades      13/08/15 às 16h17

Essa é uma daquelas pautas onde nos deparamos com dilemas universais e que nunca tivemos o ímpeto de chegar a ir no próprio Google pra saber.

Afinal, é um produtinho tão corriqueiro no nosso cotidiano, afinal, os cremes dentais, juntamente a sua companheira, 'velha guerreira' escova,  estão sempre dentro da nossa rotina diariamente, realizando suas árduas missões de protegerem a nossa saúde bucal.

Mas vamos ao que interessa, não é?!

Do que será que são feitas as queridíssimas e refrescantes pastas de dentes? Nós pesquisamos bastante e vamos colocar os resultados pra vocês. Confira conosco:

As pastas de dentes atuais são permeadas de vários produtos químicos, mas mesmo dentro das diversas fórmulas de composição, das diversas fabricantes tradicionais ao redor do mundo, existem alguns elementos comuns a elas. São os abrasivos,  os fluoretos e os surfactantes, além é claro, da água que compõem entre 20-40% da composição total do produto.

15655212541_bc5bfddf8a_b

Os chamados abrasivos são o conteúdo majoritário dentro de um tubo de pasta de dente, e eles possuem a função de limpar a boca e desintoxicar os dentes, visando que não se formem crostas e placas bacterianas. Alguns exemplos de substâncias consideradas abrasivas são; hidróxido de alumínio; o carbonato e o fosfato de cálcio, e até mesmo o nosso conhecido ingrediente caseiro, bicarbonato de sódio.

Mesmo os abrasivos sendo fortíssimos aliados em nossa saúde bucal, eles em excesso podem  fazer com que ao invés de proteger os nossos dentes das cáries,  simplesmente retirarem a proteção do esmalte dentário. O que não seria nada bom para nós.

Toothpaste

Os fluoretos possuem a funcionalidade de proteger e revestir o esmalte dentário, além de impedir a formação de eventuais gengivites e cáries. Mas assim como os abrasivos, eles são usados em pequena porcentagem dentro do conteúdo do creme dental, algo em torno de 0,3%, para evitar eventuais problemas se você sem querer chegar a engolir a pasta.

Já os surfactantes são os 'detergentes' do creme dental, os responsáveis pela formação da espuma e que garantem que os agentes fluoretos e abrasivos estejam bem dispersados dentro da boca.

maxresdefault

Nos cremes dentais ainda podem conter substâncias como o glicol e o glicerol, para que a pasta não seque dentro do tubo. Também é corriqueiro o uso na fórmula dos cremes dentais, o uso do triclosan e do cloreto de zinco que auxiliam no extermínio de germes e impede a formação de novos agentes prejudiciais à saúde bucal. E ultimamente tem se tornado bastante comum o uso do fosfato de cálcio na composição dos cremes dentais, para que a ação da substância seja útil para o fortalecimento dos dentes.

Vai uma pastinha aí, cremosa?

200

Eduardo Coelho
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+