Muitos de nós já se pegou sonhando que, de repente, poderia surgia em nossas contas dinheiro suficiente para solucionar todos os problemas e viver a vida com muito conforto e tranquilidade. E bom, isso realmente aconteceu na vida de um designer do Rio de Janeiro chamado Paulo de Oliveira. Da noite para o dia, ele se tornou o homem mais rico do Brasil por conta de um erro cometido pelo banco.

Isso porque, inesperadamente, uma fortuna de R$ 120 bilhões foi creditada em seu saldo corrente. O carioca ultrapassou Joseph Safra, empresário e banqueiro, que liderava a lista, com uma fortuna de 98 bilhões de reais. Porém, como já dizia o ditado, tudo que é bom dura pouco. Ou causa tantos problemas que, às vezes, era melhor nem ter acontecido.

A grande surpresa

Sua conta, que se encontrava com o saldo negativo, simplesmente passou para a posição de mais valiosa do país. O designer confessa ter ficado muito assustado com o que estava acontecendo.

Publicidade
continue a leitura

“Fiquei com medo. De onde vinha tanto dinheiro? Então no sábado à noite fiquei até pensando: ‘Não vou dormir aqui em casa sozinho porque podia de repente eu estar sendo usado como ponte, alguma coisa. Alguém depositou na minha conta para depois vir atrás'”, afirmou.

Entretanto as respostas para as dúvidas sobre o que estava acontecendo, não demoraram muito para chegar. Assim como a extinção do status de bilionário de Paulo. Na verdade, tudo aconteceu devido a um erro cometido pela Caixa Econômica Federal.

Segundo informações da instituição financeira, uma anormalidade no sistema acabou por gerar a fortuna na conta de Paulo e o tornou temporariamente rico. O próprio sistema que creditou a quantia na conta de Paulo, também identificou a ação como suspeita, assim, consequentemente bloqueando a conta do carioca. O que durou aproximadamente cinco dias, para que assim o banco pudesse averiguar a situação.

Dor de cabeça

Publicidade
continue a leitura

Paulo ficou sem conseguir fazer qualquer tipo de transação durante esse período, conforme informações divulgadas pela RedeTv!. "Fiquei sem dinheiro no final de semana, a sorte é que eu tinha alguma comida em casa", contou Paulo.

Ele descobriu que estava bloqueado ao tentar pagar algumas compras que havia feito em um supermercado. Durante o tempo em que esteve bloqueado, Paulo precisou pedir dinheiro emprestado para custear suas despesas.

Publicidade
continue a leitura

Devido aos problemas e constrangimentos enfrentados pelo designer em decorrência do bloqueio de sua conta, ele decidiu levar tudo às mãos da Justiça Federal. Assim, o designer decidiu processar a Caixa Econômica em uma ação por danos morais.

"Ele ficou impossibilitado de movimentar a sua conta durante um bom período e ainda foi alvo de uma investigação na Caixa Econômica, que gerou bloqueio até apurar a origem deste dinheiro", afirmou Raphael Tatagiba, o advogado de Paulo na ação.

Após o bloqueio, outros dois dias ainda foram necessário para regularizar a conta do carioca. Segundo informações da Caixa, além da conta de Paulo, outros clientes também foram afetados pelo problema no sistema. No entanto, tudo já foi solucionado.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Publicado em: 23/04/19 17h35