Ele tinha 3% de chances de voltar a andar e foi assim que ele entrou no seu casamento

POR Jesus Galvão    EM Entretenimento      12/06/18 às 14h01

Chris Norton, é um cidadão estadunidense natural de Altoona, na Pensilvânia que em 2010 sofreu uma grave lesão na medula espinhal enquanto jogava futebol. Norton, aos 18 anos, ficou tetraplégico. Naquela época, os médicos lhe deram apenas 3% de chances de se mover do pescoço para baixo novamente.

A história de Norton e de sua esposa foi vista por milhares de pessoas ao ser exibida em um programa de TV. Lá eles contaram um pouco da trajetória de suas vidas até chegar o dia de seu casamento. "Olhando para trás, eu lembro que o Chris não podia dar um passo sequer quando nos conhecemos, e vê-lo se desenvolver a esse ponto é algo incrível", disse Emily Summers-Norton, ao programa Good Morning America.

Em 2015, um vídeo de Chris Norton viralizou na internet quando em sua formatura Norton foi filmado dando seus primeiros passos. Nessa época, sua atual esposa, Emily, já estava ao seu lado. E, apesar de todos as tribulações, o par se manteve unido e recebeu força de milhões de pessoas que estavam acompanhando sua história.

O grande desafio

No entanto, Norton se propôs a um outro desafio em sua vida. Caminhar acompanhado de sua esposa do altar após seus votos de casamento. Isso tudo na presença de seus familiares e amigos. "Tanta coisa entrou nessa caminhada. Foram sete anos em construção. Sete anos de sacrifícios e trabalho duro. Nós fizemos isso juntos, como um time, como um casal e para saber que eu vou tê-la ao meu lado para sempre. É simplesmente inacreditável saber até onde cheguei e o trabalho que levou para fazer esse momento acontecer," disse Norton.

Treinos em casa foram o pontapé inicial de tudo. Norton, com a ajuda de Emily, dava pequenos passos até sua cama todas as noites. Depois, eles passaram a caminhar pelo corredor da casa de Chris e algumas semanas antes do casamento, eles já estavam caminhando por toda a casa.

No dia do casamento, Norton ficou em uma sala especial, climatizada, para que seu corpo estivesse preparado para o grande momento. Votos feitos, era chegada a hora da caminhada. Summers o levantou de sua cadeira de rodas e juntos eles caminharam cerca de 7 metros cercados por cerca de 200 pessoas que acompanhavam tudo de perto.

"Andar pelo corredor cercado pela minha família, amigos e Emily, é um momento muito significativo. Foi uma celebração de até onde Emily e eu chegamos. E, de todos que se sacrificaram e deram algo para nos tornarmos as pessoas que somos", afirmou Norton.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento tem o único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+