Ciência e Tecnologia

Encontraram vida no lago mais profundo da Antártida

0

O nosso planeta é imenso e há, acredite ou não, lugares onde nem mesmo o homem conseguiu chegar até hoje. Entre os mais de 200 países, há aqueles mais curiosos e com mais segredos do que os outros. A Antártida é um exemplo claro disso. O lugar poder parecer um vasto e inóspito terreno baldio de gelo. Até mesmo os pinguins que vivem por lá optam pelas periferias costeiras. No entanto, há algumas áreas na Antártida ricas em vida. Abaixo da camada de gelo, há o lago subglacial chamado Lago Mercer. Esse acomoda colônias de bactérias. Esse lago está cheio de formas de vida, visto que há diversos seres microbianos por lá.

A descoberta dos micróbios na Antártida é o resultado de um projeto de uma equipe de cientistas que buscava perfurar um poço de mil metros de profundidade em direção ao Lago Mercer. Esse já tinha como objetivo descobrir se havia vida no lugar. O lago tem mais do que o dobro do tamanho de Manhattan. Os testes iniciais sugerem que existem pelo menos 10 mil células bacterianas por mililitro de água. Esses testes mostram que a Antártida esta longe de ser um lugar estéril.

“Vimos muitas bactérias e o sistema do lago tem matéria orgânica suficiente, você poderia pensar, para suportar formas de vida mais elevadas”, disse John Priscu, líder da expedição e professor de Ecologia da Universidade de Montana. As descobertas não param nas bactérias. Cientistas analisaram amostras do lago que encontraram sinais de vida e descobriram carcaças de crustáceos e um tardígrado não muito maior do que uma semente de papoula. Os cientistas ainda não sabem como esses bichos chegaram ao local onde foram encontrados, mas já estudam a situação.

Os estudiosos suspeitam que eles viviam nas lagoas e córregos nas Montanhas Transantárticas, em um breve período de tempo mais quente, cerca de 10 a 120 mil anos atrás. Essas montanhas suspeitas são de aproximadamente 50 quilômetros do Lago Mercer. Como os animais do passado encontrados mortos morreram, ainda é algo oculto e que os cientistas estudam.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

O tamanho do novo colisor de partículas é impressionante

Matéria anterior

7 civilizações antigas que sacrificavam crianças

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.