Entretenimento

Escritor tem que pagar R$ 388 milhões para mulher com câncer

0

Métodos alternativos para a cura e tratamento de doenças sempre existiram e são usados amplamente por todos nós. No entanto, nem sempre esses tratamentos são os mais benéficos ou apropriados para determinados tratamentos. Além dos velhos chás e xaropes caseiros ensinados por nossas avós, há pessoas que se dizem especializadas no assunto.

Esse é o caso de Robert Oldham Young, escritor especialista no tratamento de doenças com uma dieta específica. O escritor é responsável por vários best-sellers que envolvem a dieta alcalina, cuja orientação diz que seria necessário apenas uma mudança na alimentação para curar qualquer doença e ainda por cima, aumentar os anos de vida. Foi depois de ler sobre isso que Dawn Kali decidiu seguir a dieta como substituição para o tratamento de câncer.

O diagnóstico

Dawn Kali foi diagnosticada com câncer de mama há 10 anos. Por conta de todo o tratamento doloroso e desgastante, que envolve quimioterapia e radiação, a mulher rejeitou o tratamento convencional. Ao invés disso, ela seguiu a dieta proposta por Robert e seguiu todas as indicações de seu tratamento alternativo.

Para seguir a dieta, Dawn gastou uma quantia significativa em infusões de bicarbonato, em terapias que Robert indicou e ainda em seu retiro Young’s Valley Center. Mesmo com tanto investimento e seguindo a dieta à risca, a mulher não foi curada ou nem mesmo apresentou uma melhora significativa, muito pelo contrário. O câncer dela agora evoluiu para o estágio 4 e já se espalhou pelos ossos. Além disso, a expectativa de vida para a mulher é de apenas mais 4 anos.

Suposto médico processado

Diante toda a situação, Dawn processou o médico por negligência e fraude. Os advogados da mulher estão pedindo 105 milhões de dólares de indenização em danos gerais e punitivos, o que em reais seriam 388 milhões de reais.

Em 2016, Robert foi acusado de praticar medicina sem licença e, apesar de tudo isso, ele rebate às acusações de Dawn. O homem alegou que a paciente sempre soube que ele não era médico e que as estatísticas provam que seu tratamento é eficaz. Além disso, Robert também alegou que o tratamento na verdade prolongou os anos de vida de Dawn.

Stan Lee, a lenda dos quadrinhos, morre aos 95 anos

Matéria anterior

7 maneiras de se livrar das dores no pescoço em menos de 1 minuto

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos