Mundo Afora

Essas foram as cidades mais caras para se viver em 2021

0

Muitas pessoas sonham em viver no exterior em algum momento de suas vidas. Na verdade, muitas pessoas deixam suas cidades, amigos e família para se aventurar em outros continentes, muitas vezes em busca de uma melhor qualidade de vida. Outra tantas motivadas a proporcionar para si mesmas ou para aqueles que amam mais conforto, uma melhor educação para os filhos, entre outros tantos motivos.

Contudo, a verdade é que viver em um outro país não é uma tarefa tão simples assim. Estrangeiros encontram diversas barreiras ao aterrissarem em novas cidades, principalmente de outro país. A principal delas, sem dúvida alguma, é o idioma. Mas, o custo de vida também está no topo das dificuldades.

Ademais, 2021 não foi um ano fácil para a maioria das pessoas. Alguns fatores como a inflação, alta no dólar e a pandemia fizeram com que vários produtos que antes eram acessíveis ficassem bastante caros. Dentre os exemplos se tem o próprio índice de aluguéis, o IGP-M. Esse índice aumentou e fez com que os aluguéis baratos tivessem um aumento de mais de 30%.

Contudo, mesmo com todo esse aumento, nosso país não tem nenhuma de nossas cidades entre as 10 cidades mais caras do mundo. O ranking foi feito pela revista The Economist. Ele é feito anualmente, e esse ano a cidade que ficou no topo da lista surpreendeu a todos.

Ano passado as cidades mais caras da lista eram Paris, Zurique e Hong Kong. Em 2021, a cidade que foi eleita a cidade mais cara para se viver já estava na lista, mas subiu várias posições até chegar ao topo.

Segundo o relatório do The Economist, os preços dispararam em várias cidades ao redor do mundo por conta dos problemas de abastecimento.

Cidade mais cara

Info money

De acordo com a revista, a cidade mais cara do mundo em 2021 foi Tel Aviv, em Israel. Em 2020, a cidade estava na quinta posição entre as cidades mais caras do mundo. Essa foi a primeira vez que ela conseguiu ficar em primeiro lugar no ranking.

“A posição reflete a vitalidade da moeda israelense, o shequel, perante o dólar, já que o índice toma como base comparativa os preços em Nova York”, divulgou a revista.

No segundo lugar das cidades mais caras do mundo em 2021 estão Paris e Cingapura empatadas. As maiores cidades brasileiras, Rio de Janeiro e São Paulo, caíram mais de 30 posições no ranking esse ano. Em 2020, elas estavam empatadas em 119° lugar. Além disso, esse ano Manaus foi adicionada à lista e está em 160° lugar. Mostramos aqui o ranking das cidades mais caras desse ano.

Ranking

Jordanien

1 – Tel Aviv (Israel)

2 – Paris (França)

3 – Cingapura (Cingapura)

4 – Zurique (Suíça)

5 – Hong Kong (China)

6 – Nova York (EUA)

7 – Genebra (Suíça)

8 – Copenhague (Dinamarca)

9 – Los Angeles (EUA)

10 – Osaka (Japão)

O estudo feito pelo The Economist também apontou que a alta dos preços dos combustíveis influenciou bastante no preço dos transportes. Nessas cidades, a alta dos valores detectados foi de 3,5%. Essa porcentagem foi a maior vista em cinco anos.

Os transportes tiveram os maiores aumentos de preços. Até porque, nas cidades estudadas, o custo do litro da gasolina aumentou em média 21%.

Esse ano, Tel Aviv está no topo porque, segundo o estudo, ela era a segunda cidade mais cara em álcool e transporte, a quinta em itens de higiene pessoal e a sexta em lazer.

Fonte: BBC

Imagens: Info money, Jordanien

Veja 3 dicas para o barulho dos fogos não afetar seu pet

Matéria anterior

Mini cérebros com células humanas conseguem jogar videogame

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos