Esse casal se ama tanto que dorme em camas separadas, o motivo é que faz toda a diferença

POR Ultra Curioso    EM Ciência e Tecnologia      19/04/17 às 15h22

Melissa Bunker sofre de sonambulismo desde era uma criança. Era algo inofensivo no começo. Ela lembra de história bobas, como nos tempos da faculdade, en que ela caminhava dormindo ao redor do dormitório, tirava todas as fotos das paredes e colocava elas no congelador.

Depois que Melissa se casou e começou a dormir na mesma cama que seu marido, Leon, as histórias começaram a mudar. uma noite, ela acordou no hospital. Ela tinha dirigido, dormindo, de sua casa na Carolina do Norte, até a fronteira com a Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

O sonambulismo dela, combinado com o ronco alto de Leon, significava que não haveriam muitas noites de paz para o casal.

Eventualmente, o sonambulismo excessivo de Melissa foi diagnosticado como um sintoma de Apnea do Sono, que é uma desordem que acontece quando a respiração de uma pessoa é interrompia durante a noite. É uma das principais causas do ronco.

Depois de se consultar com um especialista em desordens do sono, e fazer um tratamento, Melissa finalmente começou a ficar a noite inteira na cama. Sem sonambulismos.

porém, mesmo depois de diagnosticada e tratada, Melissa e Leon não dormem juntos todas as noites.

Separados, porém juntos

Melissa diz que ela não gosta do preconceito que a sociedade tem sobre os casais que dormem em camas separadas.

"Funciona para meu marido e eu. O que é mais aceitável hoje em dia? ter múltiplos parceiros em uma cama ou muitas camas para um só parceiro?", diz Melissa.

Talvez, o instinto de julgar os casais que não dormem juntos é o resultado de uma cultura popular. É o que sugere Lisa Medalie, uma especialista em comportamentos do sono da Universidade de Chicago.

"Interessantemente, dormir na mesma cama que a esposa nem sempre foi uma regra. Se você assistir os programas de TV da década de '60, por exemplo, vai ver que haviam camas separadas para os casais. Só depois que os seriados de comédia é que começaram a retratar casais dormindo na mesma cama".

De acordo com uma pesquisa feita pela Fundação Nacional do Sono, nos Estados Unidos, 25% dos casais dormem em camas separadas. E pesquisas mais recentes mostram esse número crescendo.

Outros casais

Com tantos casais dormindo separados, é difícil entender por quê esse fenômeno é associado com a Vergonha. Ou, geralmente, que o casal não tem intimidade sexual o suficiente.

Porém, para Melissa, isso não é verdade. Ela diz que, apesar de ficar "longe" do seu marido durante o sono, antes e depois disso, é só alegria. "Se é que me entendem..."

Melissa ainda diz que a intimidade tem que ser algo estudado em cada casal separadamente. "Tem casais que dormem na mesma cama, tem casais que moram em países diferentes... mas todos eles tem uma forte intimidade".

E então, leitor(a), o que achou dessa matéria? Já conheceu algum casal que dorme em camas separadas? Você tem esse hábito com seu(sua) cônjuge? Deixa pra gente nos comments (:

Via   Up Worthy  
Imagens Up Worthy
Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+