Esse fotógrafo foi mordido por uma mamba negra e decidiu terminar a sessão de fotos de serpentes

POR Isabela Ferreira    EM Entretenimento      10/10/17 às 15h13

Quando o assunto gira em torno de cobra, muita gente prefere logo se afastar. É comum que muitos não tenham esse como seu tema preferido, até porque, cobras não estão incluídas no grupo de animais mais fofos e agradáveis do mundo... Embora sejam realmente incríveis. Dentre milhares de espécies conhecidas na Terra atualmente, certamente uma das mais perigosas e mortais é a mamba negra.

Para que você tenha noção, ela é nativa do continente africano, representando também uma das serpentes mais mortíferas do lugar e do mundo. Pode viver por até 11 anos, sendo encontrada principalmente nas savanas africanas e em florestas ribeirinhas. Como se não bastasse ser uma das mais venenosas, ainda estão entre as mais ágeis. Podem atingir cerca dos 20 quilômetros por hora. No entanto, é mais comum que usem essa habilidade para fugir de predadores, do que para caçar.

O curioso caso do fotógrafo que foi mordido por uma mamba negra

Mark Laita é um fotógrafo amante da vida selvagem. Está desenvolvendo um projeto chamado Serpentine, que nada mais é do que um livro que retrata com perfeição a beleza das mais variadas serpentes. Ele trabalha suas fotos sempre com o fundo preto e muita iluminação, afim de capturar a beleza das criaturas rastejantes da melhor forma possível, de forma que consegue até mesmo explorar a cor e textura dos animais.

De acordo com Laita: "Minha intenção era explorar cor, forma e movimento, usando as cobras como sujeito, mas é claro que herpetólogos provavelmente aproveitarão essas fotografias também". Somente à título de curiosidade, um herpetólogo é o estudioso de anfíbios e répteis. Certamente o trabalho do fotógrafo também pode ajudá-los em pesquisas e novas descobertas.

Bom, em meio a tantas serpentes escolhidas para a realização de seu projeto, uma delas era a fatal mamba negra. Obviamente, o fotógrafo tomou todas as medidas de precaução possíveis, mas nem isso o livrou de um "pequeno incidente".

Enquanto ele foi buscar a cobra com um gancho, um fio vermelho acabou atrapalhando o procedimento. Isso fez com que a mamba negra se assustasse, atacando a perna de Laita.

Mark Laita sobrevive e ainda termina o ensaio

Logo após ser mordido, começou a sentir dores intensas e achou que aquele seria realmente seu fim. "O sangue estava pulando para fora [...] as duas presas atingiram uma artéria na minha panturrilha, como a serpente sabia o que estava fazendo?", disse ele. Embora tenha sentido tais dores, não foi imediatamente pra o hospital, visto que após alguns minutos afirmava que já estava bem. Atitude completamente contrária ao que é recomendado pelos médicos.

Ao ser mordido por uma cobra, independente de qual seja, o melhor a fazer é se dirigir imediatamente para um hospital. No caso da mamba negra, seu veneno é extremamente fatal. Laita havia pegado emprestada a serpente de um colecionador. Nesses casos, é comum que as glândulas de veneno do animal sejam retiradas para evitar quaisquer acidentes. Porém, a que o fotógrafo utilizava no ensaio ainda era completamente venenosa.

As suspeitas são de que ela tenha dado uma "mordida seca", que é quando a cobra não libera veneno na mordida. Esse seria o motivo pelo qual Laita ainda está vivo. Pouco tempo após o acidente, olhando as fotos que havia tirado naquele dia, percebeu que havia registrado o momento exato em que a mamba negra crava as presas em sua perna.

A imagem é realmente impressionante! O fato é que sobreviver a esse tipo de ataque é inacreditavelmente difícil. Ele teve muita sorte! Bom, apesar da cobra ter tentado matá-lo, isso não foi motivo para tirá-la do livro. Sua foto está lá, linda e plena!

Abaixo separamos mais algumas fotos registradas por ele em seu projeto. Dá uma olhada!

#1

#2

#3

#4

#5

#6

#7

E então pessoal, o que acharam? Que sorte, hein?! Já conheciam o caso de Laita? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Via   Peta Pixel     Daily Mail     Bored Panda  
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+