• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Esse homem foi professor durante 17 anos mesmo sendo analfabeto

POR Diogo Quiareli    EM Entretenimento      02/03/17 às 16h57

Ler e escrever é uma das coisas básicas da nossa vida. Já imaginou como seria a nossa vida se não pudéssemos ler os nossos livros preferidos, ou a legenda daquele filme que tanto amamos, e se não fôssemos capazes nem mesmo de definir um produto do outro sem utilizar as imagens das embalagens? Realmente não seria nada fácil nossa vida, muito pelo contrário, seria muito difícil e nós enfrentaríamos diversas barreiras no nosso dia-a-dia por esse motivo.

Pois é, realmente é difícil agora imagine você ensinando outras pessoas sem nem mesmo saber? Tem que ser um grande vencedor para conseguir tal feito, e essa é a história de John Corcoran, um homem que foi professor por 17 anos e durante todo esse tempo, foi analfabeto.

A leitura nunca foi algo fácil para John, desde a infância ele encontra dificuldades com isso e afirma que sentia como se as letras estivessem trocando de lugar sempre que ia ler e não sabia diferenciar as consoantes de vogais, para ele era tudo a mesma coisa e isso se tornava a leitura impossível para ele. Isso atrapalhou o seu rendimento escolar pois ele tentava a todo custo se tornar invisível para as demais pessoas ali, sentando-se no seu canto e ficando quase que imóvel para que ninguém pudesse o notar. Era humilhante para ele essa condição.

O que causou isso foi sua dislexia e na época em que nasceu, década de 50, as pessoas não sabiam lidar com isso e diagnosticar algo do tipo. Seu histórico escolar não é dos melhores já que na segunda série ele foi julgado como retardado mental e posteriormente, no terceiro ano sofria punições quando se recusava a ler ou simplesmente não conseguia.

Uma das coisas ruins que mais marcaram sua vida foram as vezes que ele teve que se comportar mal para ser expulso da classe, para assim esconder o seu analfabetismo, o que era uma coisa terrível de se fazer principalmente conviver. Ele diz que apresentava trabalhos de outras pessoas, roubava as provas e pedia para que seus amigos fizessem para ele antes de entregar aos professores. E com essas trapaças ele conseguiu terminar o colegial, no ano de 1956.

Como era muito bom com esportes, principalmente com o basquete, conseguiu entrar para o time de uma universidade onde ganhou bolsa pelo mérito de bom jogador. Na faculdade ele teve que enfrentar várias barreiras, como descobrir que tipo de perguntas os professores costumavam fazer para saber se sair em uma prova e ficava passando a caneta no caderno fingindo estar escrevendo, quando ninguém estava olhando ele arrancava as folhas e as jogava fora.

Podia passar horas e horas olhando para os livros fingindo que estava lendo só para ninguém desconfiar. Utilizando seus diversos truques, o rapaz conseguiu terminar sua graduação e receber seu diploma e um título de mestre em inglês. Tornou-se professor então, já que havia uma certa escassez de professores na época.

Durante suas aulas ele pedia para que algum aluno lesse o que estava escrito no livro, nas atividades e escrevesse na lousa. Nas provas, ele padronizava todas de forma que pudesse corrigi-las com uma folha por cima como modelo. E foi assim que ele passou 17 anos como professor e nunca foi descoberto.

A primeira pessoa a saber seu segredo foi sua esposa, Kathy, no ano de 1965. Durante os próximos anos ela lia e escrevia cartas e documentos para ele. E ela afirma que não ensinou ele a ler e escrever pois era impossível, provavelmente já entendia que era alguma "doença" que ele sofria. E foi assim que ele se tornou bem sucedido sem ao menos saber ler.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento e para que possamos trazer sempre o melhor conteúdo para todos os tipos de leitores aqui do Ultra Curioso.




Matérias selecionadas especialmente para você

Via   Incrivel Club  
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+