Entretenimento

Este homem com uma rara condição achou que nunca poderia encontrar o amor de sua vida até que algo surpreendente aconteceu

0

Por mais que grande parte de nós queira acreditar que o mundo é um lugar de respeito e mente aberta em diversas situações, a verdade é que ele pode ser bem cruel quando o assunto é julgamentos. Mesmo que alguém demonstre bondade e uma personalidade extremamente positiva, pode acabar sendo condenado pela sociedade só por ter uma aparência diferente, mesmo que não tenha culpa dessa aparência.

A vida para uma pessoa que pode ser considerada não atraente por conta das convenções sociais pode ser horrível, fazendo com que muitas delas escolham se manter distante dos olhares do público sempre que possível. Afinal, que gostaria de sair de casa para receber julgamentos e grosserias de pessoas que nem conhece, sem ter culpa nenhuma disso?

Grigory Protuv, nascido na Rússia, era uma dessas pessoas que sofriam com uma rara condição genética que afetava a sua aparência. Por causa disso, ele chegou a conviver com tratamentos cruéis ao longo de sua vida, que acabaram o convencendo de que ele nunca poderia encontrar um verdadeiro amor. Porém, para sua sorte, a sua vida iria conhecer uma mudança impressionante.

Quando Grigory nasceu, seus pais viviam em Vladivostok na Rússia e estavam repletos de felicidade por receber o segundo filho da família. No início da vida, ele aparentava ser um bebê normal, mas eventualmente acabou apresentado um problema.

Tudo começou quando Grigory começou a relatar uma incomum dor nas costas que insistia em continuar. Infelizmente, quando foi levado a especialistas, Grigory descobriu que sofria com uma rara condição. Ele foi diagnosticado com uma espécie de atrofia muscular que afetava os músculos de seu corpo.

Além do fato de que Grigory iria precisar de cuidados e atenção especial para o resto da vida, o diagnóstico previa que ele não conseguiria sobreviver por muito tempo. Provavelmente ele morreria por volta do seu aniversário de 4 ou 5 anos.

Apesar disso, os pais de Grigory se recusaram a entregar os pontos e dedicaram a vida a encontrar um tratamento para o filho. Ainda que eles nunca tenham conseguido encontrar a cura para a condição, Grigory conseguiu sobreviver muito além da previsão dos médicos.

Infelizmente, seu problema impedia que ele conseguisse andar e tivesse um corpo saudável. Aos 20 anos, ele pesava apenas 20 kg, graças ao fraco desenvolvimento dos músculos. Por conta da condição e dos estranhos olhares que recebia sempre que saía de casa, ele passava a maior parte do tempo usando a internet de forma solitária, sem contatos frequentes com o mundo exterior.

Num dos momentos de solidão, acabou utilizando a internet para postar uma emocionante mensagem sobre sua situação.

“Dói pensar sobre todas as coisas que eu nunca terei. Eu não posso aproveitar o mundo e toda a sua beleza. Não posso nadar nos rios e oceanos. Não posso correr sobre a grama sem sentir dor. Não posso ajudar meus amigos a carregarem as coisas. Não posso cuidar das pessoas que amo. Não posso fazê-las felizes… e eu nunca saberei o que é ser amado, como é sentir que alguém te quer, quando alguém está com ciúmes ou orgulhoso de te apresentar. Eu nunca vou saber como é abraçar alguém que eu amo, protegê-la, dançar com ela, dar-lhe flores ou preparar um presente. Eu nunca vou ser capaz de criar um filho ou uma filha. Eu nunca vou estar no hall da maternidade com um buquê de rosas para gritar ‘eu te amo!’. Eu nunca terei um belo casamento ou irei carregar a minha mulher.”

Dois meses depois da emocionante mensagem, Grigory começou a conversar frequentemente com uma jovem chamada Anna, que vivia no Cazaquistão. Ele começou a desenvolver sentimentos pela mulher, que tinha um grande amor pela arte e pela escrita, acreditando que o sentimento poderia ser mútuo.

Porém, Grigory tinha medo de alimentar esperanças demais e se frustrar, pois ela poderia rejeitá-lo por sua condição. Depois de algumas semanas, ele decidiu confessar seus sentimentos e enviou uma foto sua para a garota pela primeira vez. Grigory ficou completamente surpreso quando ela reagiu à declaração escolhendo viajar quase 3 mil km para encontrar o rapaz.

Os dois estavam tão apaixonados que decidiram de se casar numa cerimônia que recebeu atenção de todo o país, graças à história de vida de Grigory.

Atualmente, o casal mantém um canal no YouTube em que compartilha a vida a dois. Apesar do conteúdo estar em russo, é possível ver a sintonia e o sentimento entre Grigory e Anna.

Esse fotógrafo passou 3 semanas captando imagens incríveis do Japão que vão te encantar

Matéria anterior

7 realidades que só quem vai prestar vestibular esse ano vai entender

Próxima matéria

Você pode gostar