Estudo identificou sete traços de personalidades nos gatos
Tempo de leitura:3 Minutos, 21 Segundos

Estudo identificou sete traços de personalidades nos gatos

Os gatos foram domesticados pelo homem, há milhares de anos. E desde então, essa parceria de sucesso se tornou cada vez mais forte. Estes animais, super inteligentes segundo os cientistas, possuem estrutura de memória muito semelhante a nossa. O que faz com que pensemos que suas atitudes, às vezes, podem ser feitas de caso pensado.

Os donos de gatos já estão acostumados com as peculiaridades dos seus animais. Como por exemplo a alegria que eles aparentemente tem em derrubar as coisas da mesa, e uma vontade incontrolável de sentar em espaços fechados.

Estudo

 

 

E de acordo com um novo estudo, a personalidade e o comportamento de cada gato podem ser definidos através de uma combinação de sete características.

“Em comparação com os cães, menos se sabe sobre o comportamento e a personalidade dos gatos, e há demanda para a identificação de problemas e fatores de risco relacionados. Precisamos de mais compreensão e ferramentas para eliminar comportamentos problemáticos e melhorar o bem-estar dos gatos. Os desafios comportamentais mais comuns associados aos gatos estão relacionados à agressão e eliminação inadequada, ou seja, urinar ou defecar em casa”, disse a veterinária Salla Mikkola, da Universidade de Helsinque, na Finlândia.

Esse estudo foi feito através de uma pesquisa com 138 perguntas. A pesquisa foi postada no site de bem estar animal Petsofi para que os donos de gatos a respondessem. A pesquisa necessária ser dessa forma porque os gatos podem se comportar de maneira bem diferente em um laboratório e em casa. Então, observá-los em um laboratório pode ter resultados imprecisos.

Dentre as várias perguntas do questionário, ele pedia que os donos informassem o sexo, idade, raça, cor dos pelos e qual a atividade principal do gato. Além disso, os donos também foram solicitados a preencher uma segunda vez depois de um intervalo de tempo. Isso deu aos pesquisadores uma maior precisão na hora de avaliar os relatórios.

Personalidade

Os pesquisadores excluíram os gatos que não puderam ter a idade verificada e aqueles que tinham muitas informações faltando. Com isso, o estudo teve uma amostra final de 4.316 gatos. E desse número, os pesquisadores conseguiram diminuir as características dos gatos a cinco características de personalidade e duas comportamentais. Foram elas: atividade / diversão; medo; agressão para com os humanos; sociabilidade com os humanos; sociabilidade com gatos; problemas com a liteira, como recusar-se a usar a litterbox ou usá-la mal; limpeza excessiva.

Além disso, o estudo também revelou que raças diferentes tem traços de personalidade diferente. “A raça mais medrosa era a Russian Blue, enquanto a Abyssinian era a menos medrosa. O Bengal foi a raça mais ativa, enquanto o Persa e o Exótico foram os mais passivos. As raças que exibiram o aliciamento mais excessivo foram os Siameses e Balineses, enquanto a raça Van turca teve uma pontuação consideravelmente mais alta em agressão aos humanos e menor em sociabilidade em relação aos gatos”, explicou  o veterinário Hannes Lohi, da Universidade de Helsinque.

O estudo não tinha o objetivo de fazer uma análise comportamental dos gatos. Mas sim, queria demostrar a validade da pesquisa da equipa para coletar informações a respeito do comportamento dos gatos.

Observações

Mesmo que esse estudo tenha várias limitações, como por exemplo, a incapacidade de verifica os relatos dos donos sobre as raças e idades dos seus gatos, os pesquisadores acreditam que, de uma forma geral, esse modelo de estudo pode ser útil para entender como os gatos agem.

E esses dados vão ajudar a começar um esboço de como as personalidade dos gatos podem mudar. Além de também dar uma base da qual partir para pesquisas futuras.

“Queríamos ter uma ideia aproximada sobre se existem diferenças nos traços de personalidade entre as raças. Em estudos posteriores, utilizaremos modelos mais complexos para examinar fatores que afetam traços e comportamentos problemáticos. Nesses modelos, levaremos em consideração, além de sua raça, a idade do gato, sexo, saúde e uma ampla gama de Fatores Ambientais”, concluiu Mikkola.

Fonte: https://www.sciencealert.com/scientists-have-narrowed-down-cat-personalities-to-seven-traits