icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Estudo mostra que sonhos realmente são continuação da nossa realidade

POR Bruno Dias EM Curiosidades 31/08/20 às 14h39

capa do post Estudo mostra que sonhos realmente são continuação da nossa realidade

Os sonhos são uma parte fundamental das nossas vidas. Eles podem nos alertar sobre muitas coisas e mostrar detalhes, que não refletimos sobre, antes em nossas vidas. Eles são como um espelho da vida real que mostram nossa imagem de forma distorcida e em metáforas. Desde que o ser humano se entende como vivo, o olhar que as pessoas têm para os próprios sonhos é muito especial.

Não é à toa que, antigamente, esse momento do sono tinha um significado místico e mágico. Eles eram interpretados como presságios ou conexões com o mundo espiritual. Hoje vemos eles como respostas do nosso cotidiano. E conforme o momento que estamos vivendo, os sonhos também parecem mudar.

E uma pesquisa foi feita para ver a relação dos sonhos com a vida real das pessoas. "A pesquisa forneceu repetidamente um forte apoio para o que os cientistas do sono chamam de 'hipótese de continuidade dos sonhos'. Que quer dizer que a maioria dos sonhos é uma continuação do que está acontecendo na vida cotidiana. Acontece que a vida cotidiana afeta os sonhos. Por exemplo, a ansiedade na vida leva a sonhos com afeto negativo e vice-versa. Outro exemplo, sonhar afeta as habilidades de resolução de problemas", afirmaram os pesquisadores, coordenados por Alessandro Fogli, cientista da computação da Universidade Roma Tre, na Itália.

Essa teoria tem origem na obra de Sigmund Freud, entre outros, no século passado. Foram esses trabalhos que criaram a noção de que os sonhos têm significados misteriosos mas que podem ser revelados se forem observados juntamente aos acontecimentos do dia.

Sistema Hall & Van de Castle

Nessa questão de análise dos sonhos, os especialistas ajudam seus clientes na interpretação dos sonhos usando os relatos, pistas, símbolos e algumas outras estruturas que podem estar ligadas à própria vida das pessoas.

O sistema Hall & Van de Castle é um dos métodos que tem a melhor reputação para fazer a interpretação dos sonhos. Ele analisa os sonhos tendo com base seus personagens, as relações deles e os efeitos de suas  interpretações sobre esses personagens. Além de outros aspectos.

Mas uma coisa ruim do sistema Hall & Van de Castle é a lentidão do seu processo, que é muito trabalhoso e gradual para conseguir identificar os elementos dos sonhos. Por conta disso que os pesquisadores estão buscando soluções computacionais que consigam agilizar a tarefa.

E em um último estudo os pesquisadores conseguiram achar uma forma de fazer isso. Eles conseguiram mapear os sonhos de muitas pessoas em larga escala. Analisando 24 mil sonhos de um banco de dados conhecido como DreamBank.

Análise por computador

"Projetamos uma ferramenta que pontua relatórios de sonhos automaticamente, operacionalizando a escala de análise de sonhos amplamente usada por Hall & Van de Castle. Nós validamos a eficácia da ferramenta em relatórios de sonhos anotados à mão. E testamos o que os cientistas do sono chamam de 'hipótese de continuidade' nesta escala sem precedentes", explicaram os cientistas.

O software que a equipe criou simplifica o sistema Hall & Van de Castle e faz análise do texto dos relatos de sonhos com o foco nos personagens, nas suas interações sociais e em palavras que expressam emoções.

Precisão

"Essas três dimensões são consideradas as mais importantes para ajudar na interpretação dos sonhos pois definem a espinha dorsal do enredo de um sonho. Quem estava presente, quais ações foram realizadas e quais emoções foram expressadas", ressaltaram os pesquisadores.

Fazendo uma comparação do resultado da nova ferramenta com os resultados de especialistas em sonhos, eles tiveram 75% de correspondência. É claro que existe margem para melhora. Mas o resultado é bem promissor na pesquisa dos sonhos.

Além disso, os cientistas descobriram indicações de que evidenciam a hipótese de continuidade. Ou seja, de que os sonhos são uma extensão da vida cotidiana das pessoas. Eles dizem que os relatos dos sonhos tinham vários "marcadores estatísticos" que mostram o que as pessoas tinham passado na vida enquanto estavam acordadas.


Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest