Entretenimento

Fatos sobre o Palmeiras que você não sabia

0

A Sociedade Esportiva Palmeiras é um clube que tem torcedores por todo o Brasil, tendo sido fundado no dia 26 de agosto de 1914. Você se considera uma dessas pessoas? Mas, será que realmente sabe tudo sobre esse time? Vamos lá descobrir alguns fatos do Palmeiras que você não sabia! 

A criação do nome 

Em 1942, por conta da segunda grande guerra, o governo exigiu a retirada dos símbolos dos países do Eixo, sendo eles a Itália, Alemanha e Japão, contra quem o Brasil havia declarado guerra. Originalmente, o nome do time era Palestra Itália, criada com a empolgação de ítalo-brasileiros depois da presença dos times Torino e Pro Vercelli no Brasil. Mas, como ficou proibido se associar com a Itália, o Palestra Itália virou Palestra de São Paulo. No mesmo ano, o time decidiu que seria melhor homenagear a Associação Atlética das  Palmeiras, extinta em 1930. Afinal, esse time ajudou o Palestra a disputar seu primeiro Campeonato Paulista, em 1916, então a homenagem foi feita.

As cores

Com a mudança do nome, veio a mudança da estética do time. Como as cores eram inspiradas na bandeira italiana, ou seja, era tricolor, eles tiraram o vermelho, deixando o verde e o branco. Já o escudo teve o I retirado que significava Palestra Itália, deixando o P de Palmeiras, uma solução bem fácil para o problema. Incrivelmente, o time conseguiu vencer o primeiro jogo com o novo nome e uniforme, ganhando o título do Campeonato Paulista de 1942 de 3 a 1 sobre o São Paulo. 

Estádio

Foto: Reprodução/Site Oficial Palmeiras

Já o Parque Antarctica foi construído em 1902, pela Companhia Antarctica Paulista para proporcionar lazer aos funcionários. Originalmente, ele era usado pelo extinto Germânia, que era alemão. Em 1914, o estádio foi apossado pelo governo e repassado ao América, também extinto. Então, o Palmeiras o alugou e, eventualmente, o comprou em 1920.

Tudo termina em pizza

Foto: Reprodução/Twitter Palmeiras

E você sabe de onde vem a expressão: termina em pizza? Do Palmeiras! Na década de 60, por conta de uma crise financeira, os conselheiros do Palmeiras passaram 14 horas em uma reunião. Depois de tanto tempo, obviamente ficaram com fome e decidiram ir a uma pizzaria, onde comeram 18 pizzas no total. Logo, o jornalista Milton Peruzzi, do jornal A Gazeta Esportiva, escreveu a notícia no dia seguinte: “Crise do Palmeiras termina em pizza”. Daí nasceu a expressão popular.

Palmeiras no Guinness

Mantovani antes de partida pelo Campeonato Paulista de 1945. (Foto: Acervo/Gazeta Press)

O time também conseguiu entrar no livro Guinness!  Isso graças ao ponta-esquerda Ary Mantovani, que realizou o feito de marcar dois gols olímpicos na vitória por 6 a 2 sobre a Santista, no Parque Antarctica, no dia 5 de outubro de 1946. O recorde só foi igualado em 2012, por Paul Owens, do Coleraine, da Irlanda do Norte.

Mascote

Já o porco entrou na história quando, em 1969. O Palmeiras vetou permissão ao Corinthians para contratar dois jogadores na substituição de Lidu e Eduardo, vítimas de um acidente automobilístico. No primeiro clássico entre as equipes após o ocorrido, os corintianos destacaram a “sujeira” do Palmeiras ao soltar um porco no campo antes do jogo. Essa provocação durou quase duas décadas, até 1986, quando a torcida adotou o mascote. 

Seleção Palmeiras

A primeira vez que um time foi convidado para compor a seleção brasileira foi com o Palmeiras, incluindo a comissão técnica. O Palmeiras representou o Brasil no amistoso de inauguração do Mineirão, em 1965, com uma vitória de 3 a 0 sobre o Uruguai. Também foi a única vez que um técnico estrangeiro, o argentino Filpo Nuñez, comandou a seleção brasileira. 

Ainda sobre a seleção, o Palmeiras é o único time além do São Paulo a ceder jogadores para a seleção em todos os títulos. Foram eles o Mazzola (em 1958); Djalma Santos, Zequinha e Vavá (em 1962); Leão e Baldocchi (em 1970); Zinho e Mazinho (em 1994); e Marcos (em 2002). Coincidentemente, ou não, em 2014, não houve nenhum palmeirense ou são-paulino no time.

Palmeiras x Palmeiras 

O Palmeiras teve uma equipe B de 2000 a 2013, assim como os clubes europeus. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2005, aconteceu algo jamais visto: os times A e B se enfrentaram, vencendo a equipe principal por 4 a 0.

Novo telescópio da NASA pode transformar como se procura vida em exoplanetas

Matéria anterior

Comidas que parecem estrangeiras mas são brasileiras!

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos