Curiosidades

Foguete explode na fábrica da SpaceX durante teste de solo

0

Viajar para o espaço e ver o nosso planeta lá de cima é o sonho de muitos. Para isso acontecer precisamos de um foguete. Ele é uma máquina que se desloca, deixando atrás de si um fluxo de gás em uma alta velocidade. Geralmente, o objetivo desses foguetes é enviar objetos ou naves espaciais e homens ao espaço.

A origem do foguete, provavelmente, é oriental. Mas com o passar do tempo, muitos outros foguetes foram usados e construídos por várias pessoas das mais variadas formas.

Claro que até um foguete ser lançado para o espaço com astronautas dentro, vários testes são feitos antes para ter certeza que essas máquinas são seguras. E que bom que esses testes são feitos, porque na segunda-feira dessa semana, um foguete de propulsão desenvolvido pela SpaceX para a espaçonave Starship de última geração pegou fogo durante seu teste de solo.

Teste

foguete

G1

Esse teste de solo estava sendo transmitido ao vivo pelo canal da NASA Spaceflight. E na imagem é possível ver o momento em que a base do foguete é tomada pelas chamas depois da explosão. Nesse momento, a câmera do vídeo até balança um pouco. Felizmente, não houve nenhum ferido com esse acidente.

O foguete em questão é o Starship. Ele é um veículo de lançamento que está no centro das ambições de Elon Musk para fazer com que as viagens espaciais fiquem mais acessíveis e se tornem mais comuns. Tanto que, no começo desse ano, Musk até disse que o primeiro voo orbital do foguete Starship poderia acontecer ainda em 2022.

Contudo, entre 2020 e 2021, a SpaceX também perdeu outros protótipos do foguete.

“Sim, na verdade não é bom. A equipe está avaliando os danos. No futuro, não faremos um teste de partida com todos os 33 motores de uma vez”, tweetou Musk sobre o acidente.

Foguete

foguete

G1

De acordo com a agência Reuters, a falha aconteceu no meio de uma campanha de testes de fogo estático de um dia do booster, equipado com uma série de 33 motores Raptor para uso em um próximo voo de teste orbital.

Quando a empresa foi questionada pela Reuters sobre a explosão, ela não comentou.

No fim de 2020 e começo de 2021, a SpaceX perdeu quatro protótipos do foguete em uma série de lançamentos de teste de alta altitude, nelas, as tentativas de pouso de retorno terminaram em explosões.

Evolução

foguete

Poder 360

A SpaceX foi criada em 2002, quando Elon Musk deu os primeiros passos em sua grande ambição de enviar uma missão a Marte. Dessa forma, duas décadas depois de sua criação, a empresa está muito além do estágio de inicialização do espaço.

Desde sua criação, a companhia localizada em Hawthorne, na Califórnia, desenvolve veículos de lançamento da família Falcon, além das naves espaciais da família Dragon. Contudo, mais recentemente, a empresa utiliza o Falcon 9 e uma cápsula Dragon para transportar suprimentos à Estação Espacial Internacional (ISS), em parceria com agências espaciais como a NASA, por exemplo.

Em todo seu tempo de existência, a SpaceX evoluiu bastante. Veja 7 fotos que mostram a evolução de foguetes espaciais da empresa ao longo dos anos.

1 – Falcon 1

foguete

Olhar digital

Esse foi o primeiro foguete fabricado pela SpaceX. Dessa forma, ele tinha uma capacidade proposta para transportar 670 kg para a órbita terrestre. Com isso, o foguete voou entre 2006 e 2009. Além disso, ele também é nomeado “Falcon” em homenagem à Millennium Falcon de Star Wars.

2 – Dragon

Olhar digital

Em 2010, o Dragon realizou seu voo inaugural a partir da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral. Depois disso, ainda no mesmo ano, a nave enfrentou uma série de desafios e problemas. E claro, isso foi notícia no mundo inteiro. Essa foi a primeira vez que uma espaçonave particular atracou na estação espacial. Desde então, a SpaceX atualizou seus navios de carga para serem reutilizáveis por pelo menos dois voos.

3 – Grasshopper

foguete

Olhar digital

O Grasshopper foi um protótipo de foguete pilotado em McGregor, Texas, da SpaceX. Na época, ele deu motivos para a empresa investir em impulsionadores de pouso verticais. Embora o Grasshopper não tenha recebido tanta atenção da mídia, o foguete fez 8 voos entre 2012 e 2013. E, por fim, realizou um voo final de 744 metros.

4 – Foguete Falcon Heavy

Olhar digital

Em seu primeiro lançamento, o Falcon Heavy já mostrou do que era capaz. Isso porque, seu voo de estreia foi extremamente bem sucedido. Na sua primeira versão, o Falcon Heavy tinha 70 metros de altura e podia levar quase 64 toneladas de carga útil para a órbita da Terra. Para se ter uma ideia, isso é o dobro de seu concorrente, Delta IV Heavy da United Launch Alliance.

5 – Bloco 5 do Falcon 9

foguete

Olhar digital

Em maio de 2018, a SpaceX lançou uma última variação do foguete Falcon 9, o Bloco 5. Ao contrário da maioria dos foguetes que são sistemas de lançamentos descartáveis, o Falcon 9 é parcialmente reutilizável. Seu lançamento aconteceu em maio de 2018 e representa um grande avanço nas tecnologias da empresa.

6 – Starship e Super Heavy

Olhar digital

Em setembro de 2019, o fundador da SpaceX, Elon Muk, anunciou o projeto de um veículo completamente novo. Assim, nasciam a Starship e o Super Heavy, que serviriam para levar as pessoas até Marte. Dessa forma, em suas configurações atuais, a Spaceship e seu impulsionar, Super Heavy, terão 118 metros de altura. Além disso, serão capazes de levar 110 toneladas até a baixa órbita da Terra. Cada foguete poderá transportar 100 pessoas e será totalmente reutilizável.

7 – Foguete Starship Mk1

foguete

Olhar digital

Em 28 de setembro de 2019, após meses de antecipação, a SpaceX lançou seu primeiro protótipo de nave espacial. E, com o sucesso de seu lançamento, a SpaceX planeja lançar um segundo protótipo, chamado Mk2.

Fonte: G1, Olhar digital,

Imagens: G1, Olhar digital, Poder 360

Detetive holandês afirma ter recuperado relíquia do sangue de Cristo

Previous article

Conheça o casal que aproveitou brecha em loteria para ganhar milhões

Next article

Comments

Comments are closed.