Entretenimento

Foi assim que uma frase salvou um casamento

0

A cada dia que se passa mais pessoas realizam o seu grande sonho de se casar. Mas as coisas nem sempre são fáceis e a vida de casado não é lá as mil maravilhas. Porém, quem ama sempre tenta resolver qualquer problema que aparece e busca todos os métodos para melhorar o relacionamento, impedindo que acabe. Geralmente estamos sempre pensando, quando ficamos sozinhos, sobre a vida como um todo e quais caminho devemos tomar para chegar mais rápido a uma conclusão que nos agrade e, no caso de um casamento, agrade a outra pessoa também e nos faça viver em harmonia, até porque ninguém gosta de viver “tretado” com ninguém. O escritor norte-americano Ricard Paul Evans nos mostra isso com clareza em uma história incrível e surpreendente. Confiram:

Ele conta a história onde sua filha mais velha, Jenna o disse recentemente: “Quando eu era pequena, meu maior medo era que você e minha mãe se divorciassem. No entanto, quando fiz 12 anos, pensei que pudesse ser a melhor escolha, pois sempre brigavam!” E depois acrescentou com um sorriso: “Estou contente que agora se deem bem”.

Ele afirma que por muitos anos ele e sua esposa Keri brigaram muito. Eles chegavam a se perguntar porque haviam se casado já que suas personalidades eram bem diferentes. A fortuna e a fama chegaram e não melhorou essa relação, na verdade piorou, as brigas ficaram cada vez mais constantes e intensas fazendo com que ficasse cada vez mais distante um relacionamento pacífico. Quando estavam perto de se divorciar resolveram ter uma nova conversa sobre.

O escritor estava viajando a trabalho quando brigou com sua esposa por telefone e talvez tenha sido a pior briga de todas, onde ela finalizou desligando na cara dele. Ele odiava essa ideia do divórcio mas havia aceitado e decidiu que seguiria sua vida pois o seu relacionamento estava machucando demais. Mesmo sabendo que sua espero era uma boa pessoa ele não conseguia entender o porque do seu relacionamento ser tão difícil. Após essa briga, ele se sentou em baixo do chuveiro e começou a chorar até que pensou consigo mesmo, ele podia mudar, ele podia fazer diferente.

Ao voltar para casa, na manhã seguinte onde foi recebido de forma grosseira pois Keri mal olhou em sua cara. O dia passou e eles ainda distante até que, com a chegada da noite foram dormir e aqueles poucos centímetros que os separavam pareciam quilômetros, foi aí que ele resolveu agir e de uma foma incrível surpreendeu ela e a todos que viram a história. Confiram:

Na manhã seguinte, perguntei a Keri: “O que posso fazer para melhorar o seu dia?”

Keri olhou para mim com raiva: “O que?”

“O que posso fazer para melhorar o seu dia?”

“Nada”, disse ela. “Por que você pergunta?”

“Porque eu realmente quero isso”, disse. “Eu só quero saber o que eu posso fazer para tornar o seu dia melhor”.

Ela olhou para mim com ironia. “Você quer fazer alguma coisa? Bem, vá limpar a cozinha”.

Certamente pensava que eu ficaria bravo. Em vez disso, apenas assenti. “Ok”. Levantei-me e limpei a cozinha.

No dia seguinte, perguntei a mesma coisa. “O que posso fazer para melhorar o seu dia?”

“Limpe a garagem”.

Respirei profundamente. Tive um dia agitado e sabia que ela só disse isso para me irritar. Mas somente disse: “Ok”. Levantei-me e passei duas horas seguidas limpando a garagem. Keri não sabia o que pensar.

Na manhã seguinte perguntei: “O que posso fazer para melhorar o seu dia?”

“Nada!”, ela disse. “Você não pode fazer nada. Por favor, pare de perguntar”.

 “Desculpe”, respondi. “Mas não posso. Fiz uma promessa a mim mesmo. O que posso fazer para melhorar o seu dia?”

“Porque você faz isso?”

“Porque eu me importo”, lhe disse. “E eu me preocupo com o nosso casamento”.

Na manhã seguinte, perguntei novamente. E continuei perguntando. Na segunda semana, um milagre aconteceu. Quando fiz a mesma pergunta, os olhos de Keri se encheram de lágrimas. Começou a chorar. Quando conseguiu falar, disse: “Por favor, pare de me perguntar. Você não é o problema. Sou eu. Sou uma pessoa difícil de aguentar. Não sei por que você ainda está comigo”.

Gentilmente levantei seu queixo para que pudesse me olhar nos olhos. “Porque eu amo você”, eu disse. “O que posso fazer para melhorar o seu dia?”

“Eu é quem devia lhe perguntar isso”.

“Certo”, eu disse. “Mas não agora. Agora eu preciso mudar. Quero que você saiba o quanto significa para mim”.

Ela colocou a cabeça no meu peito. “Perdoe-me por me comportar tão mal”.

“Eu amo você”, eu disse.

“Eu amo você”, respondeu.

“O que posso fazer para melhorar o seu dia?

Ela me olhou com carinho.

Podemos simplesmente sair juntos?”

Sorri, “Adoraria!”.

Continuei perguntando por mais de um mês. E as coisas realmente mudaram. As brigas acabaram. Em seguida, Keri começou a perguntar: “O que eu posso fazer para ser uma boa esposa?”

A relação melhorou e eles começaram a ter conversas sobre como poderiam ser melhores, começaram a planejar coisas para o futuro e o que seria capaz de fazer eles felizes.

E aí, o que você achou dessa história? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe com seus amigos, sabendo que isso pode ajudar a melhorar a vida de muitos e nos ajudando a crescer para que assim possamos trazer o melhor conteúdo para os mais diversos leitores qui do Ultra Curioso.

José Luiz Datena faz participação no universo DC Comics

Matéria anterior

7 filmes em que o vilão é mais interessante que o herói

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos