Curiosidades

Foto de casal se beijando após caçar leão deixa internet furiosa

0

Trophy Hunting, ou caça para recreação, geralmente não é considerada uma prática honrosa. As coisas só tendem a piorar quando casais tiram fotos com sua matança enquanto compartilham beijos. De acordo com o The Independent, isso é exatamente o que um casal de Edmonton, no Canadá, fez depois de matar um leão na África do Sul. O safári de Darren e Carolyn Carter causou polêmica nas redes sociais, enquanto eles se recusaram a se envolver no discurso. “Não estamos interessados ​​em comentar”, disse Darren Carter, dono de um negócio de taxidermia com sua esposa. “É muito político”. A foto de casal se beijando após caçar um leão deixou pessoas verdadeiramente enfurecidas, mas o feedback dos caçadores só piorou mais as coisas.

A maioria das pessoas nas redes sociais está condenando ou se desculpando profusamente. Enquanto isso, os Carters permaneceram firmes em não dar uma palavra sequer sobre o assunto. O beijo infame ocorreu logo após o casal ter matado um leão, na Legelela Safaris, especializada em organizar grandes caçadas. Por US$ 2.980, a empresa leva os clientes em passeios que incluem girafas, zebras, leopardos, elefantes, rinocerontes e caças de leões.

Controvérsia

As ações dos Carters, naturalmente, causaram bastante agitação, tanto online quanto nos corredores do ativismo pelos direitos dos animais em todo o mundo. Eduardo Gonçalves, fundador de uma campanha para proibir essa prática, percebeu que a situação se agravara em razão da fotografia.

A foto de casal se beijando após caçar leão soa insensível e bizarra. “Parece que esse leão era um animal manso que foi morto em um recinto. Ele foi criado com o único objetivo de ser o alvo de uma selfie presunçosa”, disse ele. “Esse casal deve se envergonhar de si mesmo, não se exibindo e se agarrando às câmeras”.

A legenda da fotografia ainda expõe o esforço que tiveram para matar o animal. “Trabalho duro no Sol quente do Kalahari”, publicaram sob a foto controversa. “Um leão monstro”. Além disso, uma segunda imagem mostra os dois canadenses posando na frente de outro grande animal que mataram. A legenda dessa fotografia faz parecer que o casal enfrentou bravamente o leão selvagem: “Não há nada como caçando o rei da selva”.

A recepção na Internet

A resposta nas mídias sociais foi rápida e severa. “Eu nunca vou entender o motivo das pessoas caçarem animais lindos como esse. Eles deveriam sofrer as consequências por causa disso. A pior parte é que nem remorso eles devem sentir. Idiotas”, uma jovem tweetou, em resposta à fotografia do casal. “Isso é nojento. Eles merecem ser presos por isso!”, outro perfil comentou.

De acordo com a News AU, a Legelela Safaris foi oficialmente proibida de exibir sua empresa no Great British Shooting Show, em Birmingham. Tudo isso devido à repercussão causada por essas fotos. No entanto, Trophy Hunting continua sendo uma indústria lucrativa. Entre 2004 e 2014, cerca de 1,7 milhão de animais mortos foram legalmente comercializados. Cerca de 200.000 deles eram de espécies ameaçadas de extinção.

A neta de Albert Einstein tinha que mergulhar no lixo para procurar alimento

Matéria anterior

Por que as borboletas bebem lágrimas de tartarugas?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos