Futurólogo afirma que estamos mais próximos da imortalidade do que imaginamos

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      20/03/18 às 14h01

Muitas pessoas gostariam de viver para sempre, não é mesmo? Desde a Grécia Antiga, tentamos enganar a morte de alguma forma e buscamos esse feito não apenas para nós, mas também para quem amamos. A busca pela imortalidade é algo fascinante e que instiga os cientistas em diversos estudos. Uma notícia repercutiu o mundo recentemente e ela foi dada pelo futurologista Ian Pearson.

Ian afirma que as pessoas poderão torna-se imortais em um futuro não tão distante assim. Ele diz que com os avanços nas áreas da biomedicina e da computação, até o ano de 2050 os seres humanos conseguirão, por fim, derrotar a morte. De acordo com o Daily Mail, a engenharia genética está estudando a possibilidade de reduzir ou reverter o envelhecimento das células, assim estendendo a vida dos humanos até tornarem-se imortais.

Essa, no entanto, não é a única maneira de atingir a tão sonhada imortalidade. Existem outras possibilidades citadas por Pearson elas incluem consciência virtual e corpos androides. "Existem muitas pessoas interessadas na vida eterna. Elas sempre existiram, mas a diferença é que, agora, a tecnologia está se desenvolvendo tão rapidamente, que todos estão acreditando realmente poder alcançá-la", disse o futurologista em uma entrevista ao The Sun.

Se o prazo dado por ele foi até 2050, significa que as pessoas nascidas após 1970 poderiam facilmente "comprar" a imortalidade. Isso se dá porque "em 2050, isso só será uma realidade para ricos e famosos", como ele mesmo pontuou. "A maioria das pessoas de classe média só conseguirão isso em 2060", completou. Ele já simulou uma data, porém, a forma como tal feito poderá ser alcançado ainda não foi definida. Três tecnologias poderia ser as responsáveis pela "vida eterna", e Pearson explicou isso melhor. São elas:

Terapias Regenerativas

Pearson afirma que a adoção de estratégias de engenharia genética serão capazes de tornar os genes "editáveis". Ele se refere a ferramenta molecular CRISOR-Cas 9, que representa uma evolução no tratamento das doenças genéticas. Por meio dela, eles conseguem alterar sequências específicas de DNA, sem que prejudique outras partes do genoma. Pearson também mantém a crença de que no futuro será possível substituir órgãos velhos por novos gerados por impressoras 3D.

Corpos Androides

O futurólogo acredita que o caminho mais provável para a imortalidade será a criação de interfaces entre o cérebro e os computadores. Com isso, nossa mente estaria completamente conectada com um sistema operacional. Ele afirma que até o ano de 2050 essa tecnologia está tão avançada que poderemos transferir nossas consciências para androides.

Matrix

Ian Pearson diz que teremos, em breve, a opção de viver em um mundo simulado, como nos filmes de Matrix. Ele admite que suas ideias possam ter em demasia extravagantes, mas que possuem um embasamento nas possibilidades oferecidas por inovações que já existem.

E aí, o que você acha sobre isso? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+