Entretenimento

Mulan: a verdadeira lenda chinesa

0

A maioria das pessoas não chinesas conheceu a jovem lutadora chinesa após a animação da Disney em 1998. A menina conquistou corações em todo mundo pelo fato de ter se disfarçado de homem para lutar na guerra no lugar do seu pai. No entanto, é importante ressaltar que o filme foi baseado em um poema chamado “A Balada de Hua Mulan”.

Alguns sugerem que o livro mais antigo que possui o poema é do século 12. Porém, estima-se que as histórias ocorreram em períodos anteriores e foram passadas de geração em geração. A primeira teria sido no século 5.

A história é considerada uma lenda na China devido à falta de registros concretos sobre a sua existência. Além disso, é estipulado que ela tenha vivido durante a Dinastia Wei do Norte, que durou de 386 d.C a 534 d.C.. 

Em razão de ser uma lenda antiga, existem variações na história.

Origem da Mulan 

Legião dos Heróis

De acordo com o portal Ancient Origins, o nome Hua Mulan significa “flor” (Huā) e “magnólia” (Mùlán). Sua história é contada na China desde 4 d.C ou 5 d.C, quando uma música chamada A Balada de Mulan (The Ballad of Mulan) surgiu.

Ao longo dos séculos, a história de Mulan  foi contada em poemas, músicas e até no teatro. Já no século 17, um romance publicado por Chu Renhuo se baseou na balada. Isso ajudou para que a lenda da guerreira permanecesse viva.

De acordo com o Poema, Mulan sai de casa escondido, se disfarça como um soldado e vai para a guerra no lugar do pai. Ela prova seu valor no campo de batalha e sai vitoriosa. Essa versão também é apresentada no filme e animação da Disney.

Entretanto, existem duas versões sobre quando os soldados descobrem que ela é mulher. Em uma delas, o segredo é revelado após Mulan voltar para casa. Eles, já sabendo de sua capacidade, não veem problema na guerreira ser uma mulher.

A outra versão é que Mulan luta a batalha final como mulher. Nesta versão, seus companheiros a seguem sem hesitar. Isso porque eles já sabiam da sua capacidade de combate.

Tragédia no final

He Dazi/National Palace Museum, Taipei

Diferente das versões da Disney, o fim da história de Mulan não possui um “felizes para sempre”. Conforme o Ancient Origins, após os 12 anos servindo o exército, Mulan retornou para casa.

Contudo, quando a jovem guerreira se encontrou com a sua família, descobriu que seu pai já estava morto. Mulan, que entrou no exército no lugar do pai, se abalou muito com a notícia.

Porém, no final do filme da Disney, Mulan volta para casa e se reencontra com seus pais. Ela ainda possui um relacionamento com o homem que se encantou no exército.

Bem diferente disso, a Mulan da lenda continuou sendo perseguida por lembranças de momentos traumáticos durante a guerra. Sentindo que estava sozinha e incompreendida, a guerreira teria se suicidado.

Lenda x ficção

Adoro Cinema

Em uma das versões da lenda, Mulan nasceu em um vilarejo que tinha como costume praticar artes marciais como Kong Fu e luta com espadas. Por isso, ela já sabia lutar antes mesmo de ir para o exército, diferente do filme, em que a menina não tinha nenhuma habilidade antes de se juntar ao exército.

Também na ficção, Mulan não possui irmãos, porém em algumas versões é apontado que ele teria dois irmãos mais novos. No entanto, todas histórias têm em comum que o imperador ordenava que um homem de cada família lutasse na guerra contra os mongóis Rouran e tribos nômades que estavam invadindo a China.

Fonte: Suco de Mangá, Revista Galileu, Legião dos Heróis

Como o FBI pegou o hacker mais procurado da história

Matéria anterior

As tradições mais inusitadas de Natal

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos