Curiosidades

O caro vômito de baleia dos cachalotes

0

Um produto extremamente valioso é o famoso vômito de baleia. Um pescador da Tailândia encontrou 30kg desse material que poderia ser vendido por até R$ 7 milhões.

O vômito é, na verdade, um âmbar gris, ou âmbar cinzento, encontrado no intestino das baleias. Muito gorduroso, é considerado uma matéria prima rara e cara para as perfumarias.

O item de luxo é utilizado na composição do perfume Chanel Nº 5. Atualmente, o âmbar gris de alta qualidade é vendido por cerca de US$ 25 a cada grama (o equivalente a R$ 140).

Especialistas afirmam que apesar de ser conhecido como vômito, o produto está mais para fezes da baleia.

Fresco, o material possui um cheiro parecido com o de fezes, mas após ser exposto à luz, assume um odor peculiar, doce e terroso. Vale reforçar que essa substância forma-se no intestino da cachalote, a única espécie que produz o material em grande quantidade.

Para os povos antigos, as substâncias eram úteis em cerimônias, por isso queimavam os pedaços encontrados em oferenda aos deuses que regiam os mares. Já os chineses acreditavam que eram produzidos por dragões que moravam em cavernas nas ilhas do alto-mar.

Por que o vômito das baleias vale tanto?

Hypeness

A principal razão para o alto preço da substância é o fato dela ser desejada por perfumarias e ser extremamente rara. Isso porque no passado os perfumes precisavam dela para agir como fixador. Atualmente, isso pode ser feito de maneira artificial, mas a substância segue sendo valiosa para quem fabrica perfumes de luxo.

O âmbar cinza ocorre devido às cachalotes se alimentarem de lulas gigantes. Enquanto a raridade para se encontrar um pedaço é porque o próprio animal não costuma ser visto na costa.

O valor costuma variar dependendo da quantidade e qualidade da substância. Assim, quanto mais maturado o âmbar, mais caro ele é.

Uma explicação para o material ser encontrado diversas vezes na Ásia é a costa entre a Tailândia e o Japão, que possui um pedaço abissal, o que deixa o oceano fundo perto da praia, com uma descida vertical.

Outro fator que torna mais difícil de encontrar a matéria é a caça das baleias. Com isso, a missão de identificar se é realmente o âmbar fica mais complicada, visto que não se tem outro para comparar.

Porém, existem teorias para identificar o âmbar gris. O primeiro passo é notar que o material flutua na água, com textura similar à da argila quase seca e, que fresco, possui um odor que pode ser desagradável, mas que fica agradável conforme vai maturando. Devido ao fato de ser uma substância oleosa, pode-se aquecer um pedaço de arame e encostar no material, o verdadeiro irá derreter e virar um líquido, quando secar, se tornará grudento.

Como vender o âmbar gris?

NS Total

O assunto da venda do âmbar da baleia depende de cada país. Na Índia a comercialização é proibida por conta de uma lei de proteção animal de 1972. De acordo com a imprensa local, a baleia cachalote virou alvo de ameaças devido ao valor de seu vômito.

Segundo o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA/SC), existe uma lei de proteção às baleias, mas não é proibida a venda do âmbar gris na região. Entretanto, especialistas estimam que é improvável a existência de compradores do âmbar cinza no Brasil. Por isso, quem encontrar o produto deve entrar em contato com perfumarias internacionais que usam o material.

Qual o cheiro do âmbar da baleia cachalote?

Quando acaba de ser produzida, a substância possui cheiro parecido com o de fezes. Porém, diversos processos são feitos para alterar o aroma. Um deles é o tempo que rola na água salgada e de sol, que faz com o cheiro seja um atrativo, usado em perfumarias de luxo.

Fonte: ND+, UOL

Aquário redondo faz mal para peixe?

Matéria anterior

A história das notas musicais

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos