O que acontece se misturarmos um comprimido efervescente na água em pleno espaço?

POR Ultra Curioso    EM Ciência e Tecnologia      23/09/15 às 19h53

Você é do tipo que adora almoços de família? Jogar conversa fora, pôr o assunto em dias e rir muito é sempre bom em família, ainda mais se for acompanhado de uma boa feijoada, arroz, salada e mais uma porção de coisas que completam uma típica refeição familiar. Mas depois de satisfeito, barriga cheia, o problema vem: queimação e azia de tirar o sossego de qualquer um.

Nessas horas, nada melhor do que um sal-de-frutas ou um comprimido efervescente para curar essa sensação horrível que acomete os "comilões". Mas você sabe como esse remédio funciona?

O que acontece é que, a efervescência ocorre quando os reagentes são substâncias não gasosas e o gás produzido na reação é pouco solúvel e menos denso do que a solução líquida (no caso a água). As bolhas de ar só se formam depois que a reação efetivamente acontece, e por isso a efervescência é um indício de que uma transformação química ocorreu.

Ou seja, uma reação química que se transforma num santo remédio para seu estômago. Mas e se tal reação se desse em um lugar como o espaço sideral, por exemplo?

As leis da física que vigoram na Terra não são as mesmas fora de nossa atmosfera, lá no espaço. E isso também se aplica à reações químicas. E acredite: O que acontece se misturarmos um comprimido efervescente na água em pleno espaço é simplesmente incrível!

Assista ao vídeo feito por um homem em missão espacial fazendo esse experimento:

A reação que pode ser vista aos 0:55 segundos de vídeos resulta da efervescência livre de gravidade, o que faz com que os elementos químicos reajam de forma diferente e totalmente inusitada.

Já imaginou se essa reação também acontecesse em chão firme na Terra?

Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+