Com certeza, você já deve ter estudado na escola sobre a evolução das espécies, sua adaptação ao meio em que estão inseridas. Suas melhorias para sobreviver. Se não se lembra da evolução das espécies, com certeza, deve se lembrar um pouco da evolução humana. Das mudanças que o homem sofreu até chegar ao que nós somos hoje. Sabe aquela velha imagem com hominídeos curvados que evoluí para um homem ereto? É disso o que estamos falando.

Não apenas nós humanos evoluímos, todos os animais têm essa capacidade evolutiva. Isso acontece para que estejamos sempre adaptados ao meio em que vivemos. É de extrema importância para nossa sobrevivência e bem-estar. É como se nosso corpo tentasse de todas as formas perpetuar a espécie, mesmo que para isso sejam necessárias mudanças em nosso código genético. E é isso o que tem ocorrido com os elefantes africanos.

Caça às presas de elefante

Publicidade
continue a leitura

Há algum tempo, os elefantes vêm sendo caçados e massacrados. Tudo isso com um objetivo de obter o chifre de marfim que eles possuem. Isso porque algumas pessoas acreditam que o marfim tem propriedades milagrosas, que podem inclusive curar alguns males por completo. Acontece que a caça tem atingindo um número alarmante de elefantes, a ponto de nem os filhotes serem poupados.

A caça e a comercialização de qualquer item ligados a estes animais foi proibida. Ainda assim, sabe-se que a prática não parou os caçadores ilegais e nem mesmo o tráfico ilegal. Vários elefantes continuam a ser executados, com a única intenção de se obtenção suas presas. Em países como a China, por exemplo, o marfim é comercializado moído, como se fosse um remédio. E é por conta dessa grande procura, que os animais começaram a reagir.

Publicidade
continue a leitura

Adaptação contra caça ilegal

Não pense que os animais reagiram de forma agressiva e revolta. A reação é muito mais profunda, literalmente. Antigamente, cerca de 2 a 4% dos animais nasciam sem presa. Agora, quase um terço de toda os elefantes fêmeas têm nascido sem a presa de marfim. Os estudiosos agora tentam compreender essa mudança na espécie.

Publicidade
continue a leitura

De acordo com especialistas, a caça mexeu diretamente com a população de elefantes. Indiretamente, a caça deu vantagem biológica aos animais que não tinham presas e isso tem colaborado para a adaptação evolutiva da espécie. Ou seja, quanto menos exemplares de elefantes com chifre, menos animais nascerão com a característica. É triste pensar que a caça humana tem forçado uma mudança genética tão impactante, a ponto de provocar a evolução da espécie.

Apesar de o motivo ser triste, a adaptação é também muito positiva para os animais. Já que, sem os chifres, eles poderão também deixar de ser alvo das caças ilegais. E você, o que pensa sobre a caça ilegal? Acha que outras medidas podem ser tomadas? Nos conte aqui nos comentários! Aproveita e marca aquele amigo que é um ávido defensor dos animais. Aliás, se quiser ler mais matérias parecidas com esta, basta acessar nossa categoria "Mundo Animal". Lá, você vai descobrir várias coisas sobre os mais diversos animais.

Publicado em: 06/03/19 18h57