• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Os índios e a Ditadura Militar: uma história que o Brasil desconhece

POR A redação    EM Mundo Afora      20/06/14 às 18h12

Segundo o site História Ilustrada, a FUNAI, manteve índios em sigilo dentro dos chamados centros de detenção para índios considerados infratores, entre os anos de 1969 e 1970.  A publicação ainda revela o nome do Estado de Minas Gerais e as cidades de Resplender e Carmésia como os locais que abrigaram esses centros sob vigia da polícia militar.

O site se baseia em diversas denúncias de tortura, trabalho escravo e desaparecimentos relacionadas ao Reformatório Krenak na cidade de Resplendor (MG) e à Fazenda Guarani na cidade de Carmésia (MG). Mais de uma centena de presos, de diversas etnias, vindos de pelo menos 11 estados brasileiros estiveram sob reclusão nestes locais, muitos deles estavam relacionados à luta contra a invasão de áreas hoje reconhecidamente pertencente aos indígenas.

Até hoje poucas informações são de conhecimento público a respeito do que acontecia nesses lugares, ninguém foi indenizado por violação de direitos humanos. O site relata ainda que o Estado brasileiro nunca assumiu a responsabilidade por esses crimes.

Veja um pequeno documentário sobre o tema:

Próxima Matéria
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+