Pela primeira vez na história, um computador pensou por conta própria

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      16/06/14 às 22h33

É a primeira vez na história, em que um supercomputador conseguiu superar o teste de Turing, projetado para determinar se uma máquina tem capacidade de ter um pensamento próprio. O teste ocorreu no último domingo, quando Eugene Goostman, um software desenvolvido para responder como se fosse um adolescente de 13 anos, foi submetido a uma entrevista improvisada na Royal Society de Londres. As perguntas e as respostas foram enviadas através de mensagens escritas na tela, e um terço dos humanos que interrogaram a máquina não conseguiram descobrir que não se tratava de uma pessoa e sim de um interlocutor cibernético.

Esse acontecimento é um marco no campo da inteligência artificial, e aconteceu exatamente no 60° aniversário da morte de Alan Turing, matemático britânico responsável pelas bases para a informática moderna. E também o responsável pela criação do teste de Turing, o cientista afirmou certa vez, que se um computador fosse capaz de enganar um terço de seus interlocutores, fazendo-os acreditar que ele seria um humano, então ele estaria pensando por si próprio.

O software Eugene Goostman é uma criação dos engenheiros de informática Vladimir Veselov e Eugene Demchenko.

E você o que acha disso tudo? Seria apenas um inicio? Ou já fomos longe demais?

 

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+