Por que às vezes perdemos a vontade de espirrar?

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Curiosidades      02/03/15 às 18h30

O espirro possui uma velocidade de mais de 160 km/h. Quando espirramos, os músculos da face contraem a um ponto que sequer conseguimos ficar com os olhos abertos. Por causa da rapidez e intensidade, o espirro pode até causar alguns danos quando o seguramos, além de transmitir doenças como a gripe.

Mas e quando sentimos aquela vontade de espirrar, nos preparamos para o espirro e a vontade desaparece? O espirro é um mecanismo de defesa do nosso nariz, assim como a tosse para os nosso pulmões.

Ele defende as narinas de partículas ou substâncias que causem irritação na mucosa nasal. Poeira, pólen, pelo de animais, ácaros ou substâncias voláteis, como perfumes e produtos de limpeza, também são alguns agentes causadores do espirro.

Quando essas substâncias entram em contato com a mucosa do nariz e provocam irritação, um mecanismo de defesa é acionado no organismo para expulsá-las.

espirro

Perdemos a vontade de espirrar algumas vezes porque o organismo entende, no meio do caminho, que a irritação não é um risco. De acordo com Manoel de Nóbrega, professor da Universidade Federal de São Paulo : "Ao espirrar, estamos mandando-as para fora de nosso corpo. Mas, às vezes, o espirro some, pois a necessidade ou a irritação passa".

No entanto, em outras ocasiões, há aquele "vai-e-vem" de vontade de espirrar, até que o espirro acontece ou a vontade desapareça de vez. Isso acontece porque os causadores do espirrado já foram expelidos.

fica aquele vai e vem até que o espirro aconteça ou desapareça de vez - isso porque os causadores do espirro já foram expelidos.

Vontade de espirrar quando olhamos para a luz

luz

Algumas pessoas afirmam que sentem vontade de espirrar quando olham para a luz. Segundo especialistas, isso acontece, pois o nervo trigêmio está muito perto do nervo óptico.

Quando olhamos para a luz o cérebro recebe um aviso para contrair as pupilas e, assim, evitar a exposição excessiva dos olhos à luz. No entando, o cérebro pode "confundir" a informação e provocar um espirro.

Também  é essa proximidade entre o trigêmio e o óptico que faz com que fechemos os olhos ao espirrar.

A velocidade do ar expelido durante o espirro pode chegar a até 160 km/h.

Descubra como é o "atchim" em outros idiomas.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+