Curiosidades

Primeira transmissão subterrânea de rádio

0

O ano de 1900 foi importante para a revolução do rádio. A primeira transmissão de um programa de notícias de rádio foi no dia 31 de agosto de 1920, pela estação 8MK, em Detroit, nos Estados Unidos. Isso foi possível após o italiano Guglielmo Marconi desenvolver, pela primeira vez, a ideia de um rádio, ou telégrafo sem fio, na década de 1890.

Apesar disso, antes do rádio ser um objeto de entretenimento para toda a população, ele foi utilizado por pilotos, capitães de navios, motoristas, polícias e serviços de emergência, além de ter sido necessário nos campos de batalha durante a guerra.

Transmissão subterrânea

RDNews

Robert LeRoy Ripley (1890-1949), cartunista americano, empresário e antropólogo amador, mais popular como Robert Ripley, revolucionou a história do rádio. Isso aconteceu em 1930, por meio do seu programa Ripley’s Believe It or Not.

Ele se tornou popular por viajar o mundo relatando fatos estranhos sobre os lugares por onde passava. Ele fazia incursões em cavernas, lagos, rios, ninhos de cobras e outros tipos de lugares diferentes. Por causa disso, a produção de Ripley estava acostumada a configurar as antenas e linhas de transmissão para conseguir enviar a voz do apresentador de vários locais do mundo para os Estados Unidos da América (EUA). Com isso, ele teve a certeza de que conseguiria fazer uma transmissão a 850 metros abaixo do solo. Ela se tornaria, assim, a primeira transmissão subterrânea do mundo.

Porém, muitos acreditavam ser impossível fazer este feito, principalmente nas Cavernas Carlsbad, no Novo México. Com aproximadamente 350 quilômetros de cavernas mapeadas, naquela época o local só tinha sido transformado em Parque Nacional há apenas 10 anos, por isso, não haviam muitas informações sobre o local.

Na época em que o parque foi aberto, havia apenas duas opções de cavernas para os visitantes visitarem. Uma delas tinha uma espécie de escorregador, utilizado para levar as fezes dos morcegos do fundo. Porém, por causa da subida difícil, foi preciso construir um elevador. Durante a transmissão, Ripley afirmou que ele era o mais profundo do mundo.

Por meio dos objetos rudimentares, Ripley conseguiu fazer algo que ainda não havia sido realizado por ninguém, provocando uma grande comoção na época. Com isso, os repórteres se sentiram mais seguros de irem cada vez mais longe nas suas matérias. Isso também ajudou a melhorar os equipamentos técnicos, para que experiências como aquelas fossem realizadas com uma melhor qualidade sonora.

Rádio no Brasil

EBC

No dia 7 de setembro de 1922 aconteceu a primeira transmissão de rádio pública no Brasil. Naquela data, os visitantes da Exposição e outros cidadãos conseguiram escutar o discurso do presidente Epitácio Pessoa. Assim como ouviram trechos da Ópera O Guarany, de Carlos Gomes, do Teatro Municipal, onde estava sendo realizada.

Já em 1923 foi fundada a primeira emissora brasileira, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Atualmente, ela se chama Rádio MEC e atua sem fundos lucrativos. Porém, propagandas publicitárias em rádio só foram autorizadas em 1932, durante o Governo de Getúlio Vargas.

Em 1936, foi fundada a Rádio Nacional do Rio de Janeiro. Esse lançamento marcou o início da rádio como conhecemos hoje, com programas de auditório, comédias e radionovelas. Se tornando líder de audiência entre o final dos anos 30 e a primeira metade dos anos 50, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro gravava a sua transmissão para enviar para outras cidades do Brasil.

Já em 1955, foi realizada a primeira transmissão de rádio FM. Isso ocorreu na Rádio Imprensa do Rio de Janeiro, extinta no final de 2000. Em 25 de janeiro de 1967 foi criado o Ministério das Comunicações. Enquanto isso, em 2005, aconteceram as primeiras transmissões de rádio no sistema digital no Brasil.

Fonte: Mega Curioso, Uol 

É possível resolver o xadrez matematicamente?

Matéria anterior

Por que as calorias não são criadas iguais?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos