Diante de uma pandemia do novo coronavírus, o mundo se prepara para dias piores, ainda na esperança pela melhoria em breve. O vírus, descoberto em Wuhan, na China, se espalhou mais do que era esperado. Rapidamente, atingiu escala global ao ser notado em todos os continentes. Os chineses, depois de muita luta e apoio global, conseguiram lidar com esse mal que não para de crescer. Outros países não tiveram a mesma sorte. A Itália, por exemplo, apresenta o quadro mais grave, com recordes de mortes pela doença sendo quebrados a cada dia. Já se aproximam de 6 mil o número de mortes no país europeu.

Diante da situação, ma Organização Mundial da Saúde recomendou que as pessoas fizessem um isolamento social. A quarentena foi indicada a todos os países onde o vírus seja uma forte ameaça, como aqui no Brasil, por exemplo. Até que a cura seja realmente descoberta para conter o vírus, é recomendado evitar que ele se alastre mais. No entanto, segundo os chineses, há um remédio para combater a gripe capaz de curar os pacientes da Covid-19 em apenas 4 dias. Diversas pessoa voltaram suas atenções a isso. Trouxemos então mais detalhes para você, caro leitor.

Chineses afirmam que remédio para gripe cura coronavírus em 4 dias

Publicidade
continue a leitura

De acordo com profissionais da saúde da China, há um medicamento no Japão para tratar casos específicos de gripe. Esse seria bastante eficaz em pacientes com a Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Zhang Xinmin, do ministério de ciência e tecnologia chinês, disse que o medicamento é o favipiravir. Esse é desenvolvido por uma subsidiária da Fujifilm. Esse medicamento teria produzido resultados encorajadores em ensaios clínicos em Wuhan e Shenzhen, envolvendo 340 pacientes.

Publicidade
continue a leitura

Segundo os médicos chineses, os pacientes, que receberam o medicamento em Shenzhen, testaram negativo para o vírus depois de quatro dias. Essa queda é bastante considerável, quando considerando que a infecção costuma durar em torno de 11 dias. Outro ponto positivo, observado pelos especialistas, diz respeito ao pulmão das pessoas infectadas pelo coronavírus. Um estudo recente mostrou que entre 20% e 30% das pessoas afetadas terão danos permanentes no sistema respiratório.

Publicidade
continue a leitura

No entanto, de acordo com os cientistas chineses, cerca de 91% dos pacientes tratados com esse medicamento apresentaram melhoras na condição pulmonar. Entre aqueles que não receberam o medicamento, esse índice foi de 62%. De acordo com o jornal britânico The Guardian, a Fujifilm Toyama Chemical, que desenvolveu o medicamento, se recusou a comentar. No Japão, os estudiosos também utilizam o medicamento em estudos clínicos em pacientes com sintomas leves ou moderados. No entanto, segundo o ministério da saúde japonês, essa droga não é tão eficaz em pessoas com sintomas graves.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos, pois seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Publicado em: 22/03/20 18h03