Curiosidades

Homem devolve arma de 2 mil anos roubada, por medo de “apocalipse”

0

O tempo passou e, desde a antiguidade, muitas coisas mudaram. Estamos em constante evolução e isso pode ser notado entre um ano e outro. Notamos mais ainda entre uma década e outra, entre os séculos e etc. No entanto, o que mais atrai aquelas pessoas curiosas, são as mudanças que ocorreram entre um milênio e outro. Por esse motivo, diversos arqueólogos dedicam suas vidas para encontrar objetos e demais coisas do passado. Entre descobertas e outras, podemos compreender um pouco mais sobre a vida das pessoas que habitavam o mundo. Compreendemos sobre confrontos, o tipo de arma que usavam, a forma com que se vestiam e até a alimentação.

Diariamente, diversas coisas sobre milhares de anos atrás são descobertas, nem que sejam pistas que nos levem a objetos ou documentos. Recentemente, uma história chamou a atenção do mundo. Um homem, que possuía uma arma de dois mil anos, passou a temer que o mundo pudesse acabar. Com isso, ele decidiu devolver a arma que havia roubado. Pessoas do mundo inteiro pararam para acompanhar essa história que é, no mínimo, bastante curiosa. Confira conosco mais detalhes disso e aproveite para compartilhar com seus amigos. Sem mais delongas, vamos lá.

Arma roubada de dois mil anos é devolvida

Com muito medo do que o coronavírus está causando no mundo e com medo de acontecer um apocalipse, o homem de Israel decidiu devolver a arma. Trata-se de uma pedra de catapulta romana. Ele diz que a roubou anos atrás. De acordo com o jornal israelense Haaretz, esse objeto era parte de um tipo de arma chamada balista. Provavelmente, foi disparado durante o cerco de Jerusalém, cerca de 2 mil anos atrás. O ladrão da arma não teve sua identidade divulgada.

No entanto, ele usou um amigo, Moshe Manies, como um intermediário para que pudesse devolver o item à Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA). O homem fez isso, pois estava muito envergonhado e com medo de enfrentar alguma punição. Segundo a IAA, o homem disse que fez isso porque havia chegado a hora de limpar sua consciência. Ele tomou a decisão temendo o fim do mundo, que acredita estar próximo. O ladrão limpava sua casa quando se deparou com a arma e se sentiu culpado pelo roubo.

A arma foi roubada quando ele ainda era adolescente. Manies disse à CBN News, que seu amigo pegou o objeto durante uma visita à cidade de David, na Palestina. Isso aconteceu quando ele visitou uma exibição de pedras de balista catapultadas em fortificações. O projétil foi furtado no Parque Nacional dos Muros de Jerusalém.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo, pois o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para fazer um tour pelas curiosidades do nosso site.

Segundo chineses, há um remédio para gripe que curou pacientes da Covid-19 em 4 dias

Matéria anterior

Relatório aponta quais cidades brasileiras em que o coronavírus pode se espalhar mais rápido

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos