Curiosidades

Esse teste de visão poderá dizer qual será a sua maior preocupação em 2020

0
Glasses on Snellen Eye Test Chart

Esqueça horóscopos e cartomantes. O melhor caminho para prever o futuro é outro. Quer saber o que irá acontecer em 2020? Bom, basta conferir a edição do mês de dezembro do The Economist.

Para quem não conhece, o The Economist é uma publicação inglesa de notícias e assuntos internacionais. Propriedade da The Economist Newspaper Ltd., o The Economist, por razões históricas e diversos outros fatores, refere-se a si mesmo como um jornal, mas cada edição impressa, é em formato de revista de notícias.

Deixando de lado tais curiosidade, vamos ao que interessa. Em dezembro de cada ano, o The Economist publica o “The World In …”. Basicamente, o “The World In …” é uma edição especial que prevê como será o ano seguinte. Claro, as previsões são de acordo com o contexto e o que aconteceu ao longo do ano, que antecede a edição.

2019

O ano de 2019 marca o final da década e o anuário do The Economist, com as previsões para 2020, está com a corda toda. Na edição deste ano, a capa brinca com metáforas. Para apresentar as previsões, o design da capa se traduz, em um exame oftalmológico.

Com a metáfora, o The Economist convida o leitor a identificar os principais temas, como se estivesse realizando um exame de vista. A ideia é sensacional, entretanto, os temas, selecionados pelo meio de comunicação, realmente merecem atenção.

Por exemplo, em 2020, o presidente dos EUA, Donald Trump, poderá enfrentar um julgamento político. E se esse julgamento não ocorrer? Bom, mesmo que tal julgamento não ocorra, o próximo ano será crucial para os americanos, pois haverá eleições e Trump poderá governar por mais 4 anos.

Outro tópico, que o The Economist coloca à mesa é o Brexit, proposta com a qual o Reino Unido pretende deixar a União Europeia. Caso aconteça, mudanças políticas e econômicas ocorrerão em toda a Europa. A proposta foi aprovada desde 2016, assim, o processo de saída estava previsto para terminar pouco depois. Por outro lado, três anos já passaram e o Reino Unido ainda segue fazendo parte da União Europeia.

De todas as formas, segundo a edição de dezembro, o prazo do Reino Unido termina em 31 de janeiro de 2020. Estaremos de olho…

Outros temas


Mudanças não ocorrem somente no setor político. O universo da tecnologia, como sempre, traz novidades. A inteligência artificial, segundo a publicação, irá assumir, cada vez mais relevância na vida humana. Embora facilite muitos aspectos científicos e tecnológicos, há quem considere perigoso.

O físico sul-africano, Elon Musk, é um dos principais entusiastas da Inteligência Artificial. O físico, recentemente, revelou que, graças à Inteligência Artificial, será possível encontrar a cura para diversas doenças mentais. O fato é que, assim como o ano de 2019, 2020 provavelmente estará cheio de novas descobertas, ligadas à Inteligência Artificial.

Outro ponto bacana, que muita gente deixa passar despercebido, envolve as Olimpíadas. Os jogos serão realizados no próximo ano, em Tóquio. Como o evento é realizado a cada 4 anos, realmente, merece atenção.

Além das Olimpíadas, outro tópico merece o nosso foco: a NASA. A instituição tem missões agendadas para Marte, no próximo ano. As expedições não devem contar com a presença de nenhum astronauta, mas podem ser a chave para, finalmente, pisarmos em Marte, o Planeta Vermelho.

A comunidade científica, como mostra a edição de dezembro do The Economist, chega com tudo em 2020, para seguir discutindo um dos assuntos mais importantes de todos os tempos: mudanças climáticas. O objetivo? Evitar futuras catástrofes.Mudanças não ocorrem somente no setor político. O universo da tecnologia, como sempre, traz novidades. A inteligência artificial, segundo a publicação, irá assumir, cada vez mais relevância na vida humana. Embora facilite muitos aspectos científicos e tecnológicos, há quem considere perigoso.

Surfista Prateado ganha novos poderes nos quadrinhos

Matéria anterior

Estes foram os 10 melhores filmes animados de super-herói da década

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.