Um meteoro trouxe para Terra um elemento jamais visto pelos humanos
Tempo de leitura:2 Minutos, 2 Segundos

Um meteoro trouxe para Terra um elemento jamais visto pelos humanos

Mineradores de ouro encontraram na Rússia uma pedra amarelada em 2016, imaginando que ela pudesse conter o metal precioso. No entanto, a pedra representava algo muito mais valioso do eles previamente poderiam imaginar. A rocha, na verdade, veio do espaço e nela, havia fragmentos de um material nunca antes avistado na Terra.

A descoberta ainda não foi documentada oficialmente, porém, o novo material já recebeu um nome e se chamará Uakitite, como uma homenagem ao local onde ele foi encontrado. O material foi revelado recentemente em uma Reunião Anual que aconteceu em Moscou.

O Uakitite

O material foi apresentado por geólogos da Universidade Federal dos Urais e da Universidade Estadual de Novosibirsk, juntamente com o pessoal do instituto Geológico da Academia Russa de Ciências, na Reunião Anual da Sociedade Meteórica que aconteceu recentemente em Moscou. E apesar de não documentado de maneira oficial, os cientistas chamaram o novo mineral de Uakitite, em homenagem a região de Uakit, na Sibéria.

O objeto possui cerca de 98% de kamacita, material composto por cerca de 90% de ferro. Este material, na Terra, só havia sido encontrado em meterioritos. O restante dos componentes da rocha, já incluindo o Uakitite, também só são formados no espaço. Para os cientistas e pesquisadores, a formação desse objeto foi feito a partir de temperaturas extremas, acima de mil graus Celsius.

Apesar da nova descoberta, o Uakitite foi encontrado em porções microscópicas. Apenas 5 micrômetros de tamanho. Para se ter uma noção, o cabelo humano possui, em média, 99 micrômetros de diâmetro. Por conta de seu tamanho, os pesquisadores não puderam analisar de forma direta todas as propriedades físicas e ópticas do Uakitite.

Porém, eles conseguiram determinar certas semelhanças na estrutura do material com outros minerais também produzidos fora da Terra. O carlsbergite e osbornita. Uma análise, empregando a técnica de difração por retroespalhamento de elétrons, permitiu que eles pudessem constatar que o modelo estrutural do Uakitite era semelhante ao nitreto de vanádio.

Caso ele seja como o nitreto de vanádio, isso o colocaria no mesmo nível de dureza que outros nitretos, porém, não tão forte quanto o diamante, por exemplo, que é até hoje o mineral mais duro conhecido. Ainda há muito o que se descobrir com este novo mineral. Além disso, os cientistas estão animados sobre as novas direções que essas descobertas podem trazer.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.