Fatos NerdSéries e Sagas

Uma das mais famosas guerras da história pode revelar como será o fim de Game of Thrones

0

Não é incomum que histórias de fantasia ambientadas num universo medieval tome como inspiração algumas referências históricas. Por exemplo, a questão de existirem casas grandes como os Stark, Lannister, Baratheon e Tyrell e casas menores que se submetem a elas é uma clara referência ao sistema de suserano e vassalo. Mas, George R R Martin se inspirou em uma guerra importante da história da Inglaterra, e a resolução dela pode indicar também que rumo As crônicas de gelo e fogo, e a série Game of Thrones tomará para o seu grande final.

Disputas pelo trono, guerras e casamentos entre grandes famílias como alianças estratégicas não são apenas recursos narrativos dos roteiristas, e para entender como a série da HBO pode terminar, hoje vamos dar uma aula de história sobre a Guerra das Rosas e quais personagens se encaixam em cada parte da história real.

A Guerra das Rosas

O conflito começou por conta do conflito entre Família York, que aqui relacionaremos a Casa Stark, e a Família Lancaster, representando a Casa Lannister. A guerra leva o nome Guerra das Rosas porque o símbolo das famílias eram a rosa branca e a vermelha respectivamente. O conflito começa quando o Rei Eduardo III morre em 1377 após a morte de seu herdeiro, Eduardo (conhecido como o príncipe negro), e o filho do príncipe toma posse do trono durante a infância. Isso é bastante semelhante a Cersei matando os herdeiros de Robert Baratheon para que seu filho se torne rei, não é mesmo?

O fato é que os demais filhos de Eduardo III se sentiam mais dignos de ser rei do que o garoto, e começam a se degladiar em família. Richard II, o jovem rei, foi derrotado por seu primo Enrique Bolingbroke e em seguida morreu na prisão. Bolingbroke se tornou Henry IV da família Lancaster, mas por muitos anos as guerras, mentiras e traições continuaram entre famíliares que se julgavam mais dignos de ocuparem o trono.

E o final?

No momento decisivo da Guerra das Flores, entra em cena Enrique Tudor, que podemos facilmente relacionar a Mãe dos Dragões, Daenerys Targaryen. Durante a Batalha de Bosworth, em 22 de agosto de 1485, ele derrotou Robert III e se tornou Rei da Inglaterra. Para ganhar apoio, ele se casou com Elizabeth da Família York (pois é, esse shipp com Jon Snow é real até na inspiração), que era irmã mais velha de vários príncipes que morreram na guerra unindo as duas casas e dando origem a Rosa Tudor.

Você acredita que a Guerra das Rosas mostra a história de Game of Thrones do início ao fim ou foi só uma inspiração para o início do conflito? E quais as suas expectativas para a próxima (e última) temporada da série da HBO? Deixe sua opinião nos comentários.

Saiyajin samurai? Episódio de Dragon Ball apresentará Vegeta do passado

Matéria anterior

Se você conseguir resolver esse simples quebra-cabeça, pode ganhar até 1 milhão de dólares

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos