Os coronavírus são uma família grande de vírus, mas só era sabido que seis deles afetavam os humanos. Com esse novo vírus, agora são sete. Um desses causa a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) que, em 2002, matou 774 pessoas na China. O novo vírus é chamado de COVID-19.

Com a crescente do surto e gravidade, a Organização Mundial de Saúde mudou a classificação sobre o coronavírus e decretou emergência sanitária global. Inclusive, o avanço do coronavírus já fez várias vítimas fatais e chegou em todos os continentes do mundo. Os casos confirmados do vírus aumentam todos os dias.

Medidas foram tomadas pelos governos do mundo todo, com a intenção de diminuir a propagação do vírus. E na atual situação, pode parecer que não se tem nada a fazer a não ser esperar por notícias. Mas uma ação, que se pode fazer, é ajudar os cientistas a ficarem mais perto de achar a cura. Como? Doando o tempo em que o seu computador fica ocioso.

O que se tem que fazer é instalar um programa, que roda, em segundo plano, quando a pessoa não está fazendo mais nada no computador. Com isso, é possível ajudar os especialistas a fazerem cálculos complexos para que eles saibam mais a respeito do coronavírus.

Publicidade
continue a leitura

Aplicativo

O aplicativo, tanto para Windows, quanto para macOS, é chamado "Folding @ home". Ele foi desenvolvido pelos pesquisadores da Universidade de Stanford e ajuda na pesquisa de doenças e medicamentos há quase 20 anos.

O que esse projeto foca principalmente é na dobragem de proteínas, que é o processo biológico, que mostra como uma proteína organiza sua forma dentro de uma célula. E saber mais como esse processo acontece em proteínas particulares, pode ajudar a desenvolver tratamentos para doenças específicas.

Publicidade
continue a leitura

No caso do coronavírus, a infecção acontece nos pulmões, quando a proteína que é conhecida como spike se liga a um receptor que é conhecido como ACE2. Uma potencial maneira de parar a doença é bloqueando essa conexão. E uma forma de descobrir como manter esses dois separados, é através da moldagem por computador.

E se tratando de um vírus, é importante entender como que a proteína conseguiu ter a forma que tem. Isso é dobrar a proteína. Esse conhecimento é essencial, para se desenvolver medicamentos que sejam eficazes contra o coronavírus. Para ajudar, basta ceder um pouco do tempo livre do seu computador.

Resultados

Publicidade
continue a leitura

"Os dados que você nos ajudar a gerar serão rápida e abertamente divulgados como parte de uma colaboração científica aberta de vários laboratórios ao redor do mundo, oferecendo aos pesquisadores novas ferramentas que podem abrir novas oportunidades para o desenvolvimento de medicamentos que salvam vidas", explica o bioquímico Greg Bowman, diretor do Folding @ home.

Pode até parecer complexo, mas o aplicativo faz todo o trabalho. E depois que ele é instalado no computador, não é preciso fazer mais nada. E para ajudar na pesquisa do COVID-1, é só escolher a opção "qualquer doença" na interface do aplicativo. Além disso, o aplicativo pode ser inciado e desligado quando o usuário quiser. Ou então pausá-lo quando for usar o computador.

"Esses cálculos são enormes e tudo ajuda. Cada simulação que você executa é como comprar um bilhete de loteria. Quanto mais bilhetes comprarmos, maiores serão nossas chances de ganhar o jackpot", concluiu Bowman.

Publicado em: 17/03/20 17h43