Marianne é a nova série de terror da Netflix. O serviço de streaming está empolgado com o gênero e não poderíamos estar mais felizes com isso. O sucesso alcançado por A Maldição da Residência Hill contribuiu bastante para a empresa arriscar mais nessas produções. Se por um lado a recepção de Chambers não foi das melhores, com Marianne o cenário pode ser diferente. Ao menos é o que o trailer promete. A nova série de terror da Netflix é francesa e mexe com algo que o público tende a gostar muito: o retorno do herói para casa.

A série acompanha uma renomada escritora de livros de horror que, ao descobrir que suas histórias começaram a se tornar reais, volta à sua cidade natal a fim de enfrentar antigos demônios. Os quais, com o tempo, foram base de inspiração para suas obras. De acordo com a Netflix, as pessoas terão que dormir com as luzes acessam após assistirem. A série foi criada por Samuel Bodin, tendo Victorie Du Bois, Lucie Boujenah e Tiphaine Davoit como parte do elenco. Assista ao trailer logo abaixo.

Publicidade
continue a leitura

Marianne estreia dia 13 de setembro, com o total de oito episódios em sua primeira temporada.

O novo terror

Publicidade
continue a leitura

A essa altura, já quase no fim de 2019, não resta dúvidas que o terror voltou com força. Como sempre aconteceu, o gênero se revitalizou e tomou conta tanto do cinema quanto da televisão. Na telona, os estúdios abraçaram de vez tal retorno e passaram a investir cada vez mais em produções do tipo. A Warner Bros., por exemplo, enxergou o potencial de Invocação do Mal e além de tirar do filme mais duas sequências, ainda conseguiu encontrar histórias para spinoffs. Vide A Freira e a trilogia de Annabelle.

Publicidade
continue a leitura

Por outro lado, também temos as produções de filmes de terror independentes. Ou seja, aqueles realizados com baixo orçamento para os padrões de Hollywood. A produtora A24 tem sido um dos maiores exemplos do meio. Foi dela que tivemos alguns dos melhores longas de terror de 2018, com Hereditário e Corra!. Para os amantes do gênero, certamente os últimos quinze, talvez vinte, anos têm sido um sonho e tanto.

Publicado em: 28/08/19 14h45