Notícias

Vendedor de canetas brasileiro se torna milionário aos 26 anos

0

Tornar-se milionário é um sonho para a maior parte das pessoas. Porém, é comum que milionários nasçam em famílias já muito ricas e, a partir disso, construam seus impérios – com bases firmes pré-existentes. Seja por herança ou patrimônio da família, esse é o caminho mais normal para se tornar rico.

Porém, o trabalho duro e o empreendedorismo já foi o caminho que transformou pessoas comuns em milionárias. Esse é o caso de Douglas Ferreira, que nasceu na periferia de Belém. Notavelmente, o jovem conquistou seu primeiro milhão aos 26 anos por conta de empresas que ele mesmo fundou.

Origens humildes

O milionário Douglas Ferreira nasceu de uma dona de casa e de um pai ausente. Durante toda sua infância, ele estudou em escola pública, diferente das crianças que nascem em berços de ouro, com pais ricos e influentes e com acesso às melhores escolas.

Assim, para ajudar em casa, ele começou a trabalhar aos 10 anos vendendo canetas. Olhando para trás, esse seria o primeiro passo no mundo do empreendedorismo. Aos 14 anos, Douglas ingressou no mercado de trabalho como aprendiz numa empresa do ramo de transportes.

Embora o contrato fosse de apenas dois anos, ele desempenhou serviços tão importantes dentro da empresa que ele teve seu contrato renovado para mais dois anos. Porém, vale ressaltar que, mesmo trabalhando como aprendiz, Douglas nunca abandonou as vendas.

“Sempre fui apaixonado por empreendedorismo, desde cedo, isso está em minhas veias”, diz Douglas. Aos 15 anos, ele se encontrou entre os três aprovados para uma bolsa de 70% em um colégio particular. O restante do valor da mensalidade era paga com seu próprio salário.

Até os 19 anos de idade, ele trabalhava vendendo roupas, bijuterias, cordões, anéis, sapatos e pulseiras. Então, aos 20 anos, Douglas começou a cursar administração de empresas. No entanto, não demorou muito para que ele percebesse que o curso não era para ele.

Por essa razão, ele decidiu abandonar a faculdade e se dedicar por completo ao próprio negócio.

Empreendedor

Douglas Ferreira fundou a DermoSec, uma marca de dermocosméticos que ele vende por e-commerce e por marketplaces. “A DermoSec é mais do que uma marca de cosméticos. Ela devolve autoestima e confiança para meus clientes. Foram mais de 200 mil vidas transformadas com esses produtos”, diz Douglas.

O empresário está exportando os produtos para fora do Brasil e está expandindo a marca com novos produtos. Contudo, além da DermoSec, ele fundou uma série de empresas, que faturam cerca de R$ 20 milhões por ano.

Dessa forma, hoje, com 26 anos, Douglas está focando no mercado digital. Para ele, “essa é a nova fronteira dos negócios”. Ele aponta que, no Brasil, “as pessoas ainda têm um certo preconceito com a questão da idade dos empresários, mas eu acabei com esse problema quando comecei a mostrar resultados extraordinários”.

Sendo assim, o conselho do milionário para os jovens que querem conquistar riquezas também é apenas um: “aprenda a vender, pois a venda é o pilar principal de qualquer empresa. Se a empresa não vende ela simplesmente quebra”.

Bilionários mirins

Reprodução/Kevin David Lehmann

A revista Forbes é responsável por divulgar listas das pessoas mais ricas do mundo, mas quem são os mais jovens bilionários? Assim sendo, todos eles herdaram sua fortuna de seus pais ou construíram impérios baseados em suas famílias.

  1. Kevin David Lehmann, 19 anos, alemão: US$ 2,4 bilhões
  2. Alexandra Andresen, 25 anos, norueguesa: US$ 1,3 bilhão
  3. Pedro Franceschi, 25 anos, brasileiro: US$ 1,5 bilhão
  4. Wang Zelong, 25 anos, chinês: US$ 1,5 bilhão
  5. Henrique Dubugras, 26 anos, brasileiro: US$ 1,5 bilhão
  6. Katharina Andresen, 26 anos, norueguesa: US$ 1,3 bilhão
  7. Austin Russell, 27 anos, norte-americano: US$ 1,6 bilhão
  8. Ryan Breslow, 27 anos, norte-americano: US$ 2 bilhões
  9. Gary Wang, 28 anos, norte-americano: US$ 5,9 bilhões
  10. Gustav Magnar Witzoe, 28 anos, norueguês: US$ 4,5 bilhões
  11. Stanley Tang, 29 anos, norte-americano: US$ 1,2 bilhão
  12. Andy Fang, 29 anos norte-americano: US$ 1,1 bilhão.

Fonte: Metrópoles

Por engano, catadores de lixo recolhem bomba da 1ª Guerra Mundial

Matéria anterior

Taylor Swift recebe doutorado honorário em Belas Artes

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos