Notícias

Vídeo mostra resgate aéreo noturno após acidente com corintianos em MG

0

Um vídeo mostrou como as equipes de resgate atuaram durante a noite para ajudar as vítimas de um ônibus com torcedores do Corinthians que capotou na madrugada de domingo na estrada Fernão Dias, em Brumadinho, Minas Gerais.

No vídeo, você pode ver um helicóptero pousando na estrada escura. As pessoas estão se esforçando para colocar um ferido dentro do helicóptero para levá-lo ao hospital. O acidente ocorreu por volta das 2h50 da manhã.

Os policiais do Comando de Aviação da Polícia Militar de Minas Gerais usaram óculos especiais que ajudam a enxergar no escuro para ajudar no resgate dos feridos.

Via R7

A polícia informou que helicópteros e equipamentos especiais foram enviados para ajudar na operação de resgate.

Sete torcedores infelizmente perderam suas vidas no acidente e um está em estado grave no hospital.

Até agora, três dos sete torcedores foram identificados pela Polícia Civil até a tarde de domingo, mas os nomes das vítimas ainda não foram divulgados.

Espera-se que os corpos dos torcedores identificados sejam liberados ainda hoje, segundo a Polícia Civil.

Devido à falta de documentos com os torcedores no momento do acidente, a identificação tem sido mais difícil. A Polícia Rodoviária Federal está trabalhando para reconhecer os corpos.

Entenda o caso

Inicialmente, o motorista do ônibus com torcedores alertou que os freios não estavam funcionando. Isso teria ocorrido pouco antes do veículo capotar, de acordo com relatos de torcedores para os Bombeiros.

Além disso, o grupo de torcedores do Vale do Paraíba estava em uma curva quando o ônibus bateu em um barranco e, em seguida, capotou.

Até o momento não há uma lista oficial de passageiros, mas os Bombeiros mencionam 43 torcedores envolvidos no acidente, enquanto a PRF e a Arteris, a empresa que gerencia a rodovia, afirmam que são 48.

Ônibus com torcedores estava irregular

Com a atualização do caso, constatou-se que o ônibus estava operando de maneira irregular, conforme a Agência Nacional de Transportes Terrestres. Os portais de mídia tentaram entrar em contato com a empresa responsável pelo ônibus.

Contudo, ainda não existe uma resposta ou um posicionamento sobre o caso vindo da responsável.

Segundo a ANTT, o veículo envolvido, com placa LPH3885, não possuía registro nem autorização para realizar transporte interestadual de passageiros, o que torna a viagem irregular.

O acidente ocorreu no km 525 da BR-381, durante a descida da serra em Minas Gerais.

Os torcedores estavam retornando para São Paulo após assistirem a uma partida entre Cruzeiro e Corinthians no estádio Mineirão, onde os times empataram em 1 a 1.

Infelizmente, sete pessoas perderam a vida no acidente, e uma pessoa está em estado grave no hospital. Inicialmente, a PRF e a Polícia Civil de Minas informaram oito mortos, mas corrigiram o número depois.

No total, 27 pessoas precisaram seguir para hospitais e seis recusaram tratamento, conforme informações do Corpo de Bombeiros.

Entre os falecidos, quatro eram da torcida organizada Coringão Chopp e três eram da Gaviões da Fiel Vale do Paraíba.

Veículo destruído

Via O Tempo

Além disso, as imagens mostram que o ônibus ficou completamente destruído após o capotamento. É surpreendente como a maioria das pessoas tiveram sorte de sair com vida do acidente.

O impacto da colisão e o capotamento deixaram o ônibus em uma condição irreconhecível, com destroços espalhados pela cena do acidente.

As equipes de resgate tiveram que trabalhar com urgência para auxiliar aqueles que estavam presos nas ferragens e garantir que todos os feridos recebessem cuidados médicos imediatos.

Os participantes ainda não se pronunciaram com testemunhos, mas é possível aguardar alguns depoimentos nos próximos dias.

Além disso, a rapidez e eficiência do Corpo de Bombeiros permitiu auxiliar o máximo de pessoas possível no ônibus com torcedores feridos.

Enquanto as investigações continuam para determinar as causas exatas do acidente, vale acompanhar mais sobre o caso e aguardar pela plena recuperação dos feridos que foram hospitalizados.

 

Fonte: UOL

Imagens: R7, O Tempo

Estudo examina vestígios da megafauna e o papel do homem em sua extinção

Artigo anterior

Repórter secreto do Fantástico mostra o rosto na Globo após 27 anos

Próximo artigo

Comentários

Comentários não permitido