Curiosidades

Você se desculpa demais? Veja o que isso pode acarretar

0

Desculpa é o ato de reconhecer um erro e se retratar. Esse é um dos motivos pelos quais nós conseguimos viver socialmente. Sabemos aceitar e pedir desculpas, e essa é uma maneira de mantermos as relações e permitir que acordos sejam feitos.

O ato de se desculpar é uma das formas de expressão de arrependimento por alguma coisa que a pessoa fez e tem a intenção de consertar. Se desculpar também pode deixar quem recebe o pedido de desculpas, se ele foi feito de verdade, em uma situação mais confortável para que um conflito seja resolvido. Visto que uma desculpa abre a porta para  um diálogo.

Desde pequenos nós somos ensinados que pedir desculpa por alguma falha é sinônimo de empatia, cuidado e educação. Claro que isso é uma coisa verdadeira. Contudo, se desculpar sempre pode acabar se tornando prejudicial quando se torna um padrão de hábito, sem ter uma real necessidade.

Quantidade

Por exemplo, você já pensou e contabilizou quantas vezes por dia você diz “me desculpe” ou “sinto muito”? Uma coisa que muita gente não sabe é que pedir desculpa constantemente, e em excesso, pode até fazer mal para sua autoestima.

De acordo com a socióloga Maja Jovanovic, quando a pessoa se desculpa sem necessidade acaba se diminuindo e diminuindo o que ela tenta expressar. Em uma palestra TED que apresentou, Jovanovic explicou que todas as  desculpas que as pessoas espalham ao longo do dia podem feri-las.

Isso porque este ato, feito com muita frequência, sem necessidade, vira um hábito que pode minar a confiança da pessoa e a sua autoestima. Já que isso a torna “menor” do que realmente é.

As pessoas que dizem exageradamente “sinto muito” o tempo todo podem apresentar baixo respeito próprio e sofrer com o perfeccionismo e com o medo de se desconectar.

Como saber

E se engana quem acredita que é fácil saber se você está ou não se desculpando em excesso. Mas, para isso, existem alguns fatores que  podemos prestar atenção no dia a dia que ajudam a identificar se se desculpar é um hábito ou não. É bom se fazer essas perguntas:

– Eu me desculpo por coisas sobre as quais não tenho controle?

– Eu me desculpo pelas ações de outra pessoa?

– Eu me desculpo por coisas que não acredito serem erradas?

– Eu me desculpo toda vez que peço por algo?

– Eu me desculpo demais no local de trabalho?

– As pessoas me ignoram quando eu peço desculpa?

– Eu, afinal, sei por que estou pedindo desculpa?

A especialista canadense ensina que é possível eliminar grande parte das desculpas das nossas frases do dia a dia e ainda assim se mostrar cuidadoso, educado e atencioso.

Menos desculpas

De acordo com Jovanovic, para fazer isso basta algumas substituições simples. Por exemplo, quando você estiver em uma reunião e quiser dar a sua opinião, ao invés de dizer “me desculpe por interromper” diga “tenho uma ideia”, “gostaria de acrescentar” ou “por que não tentamos isso?”

E às vezes, um simples “obrigado” pode ser colocado no lugar de um “sinto muito”. Por exemplo quando você estiver desabafando com uma amiga e ao invés de dizer “me desculpa por reclamar” diga “obrigado por me ouvir”.

Segundo Jovanovic, a intenção de trocar as frases ao invés de simplesmente se desculpar é ser educado mas sem se minimizar diante das outras pessoas.

Essa carta que estava perdida há muito tempo mostrou que Einstein previu a descoberta dos super sentidos

Matéria anterior

Pantone cria gráfico de cores do xixi. Veja se você está hidratado

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.