• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Você vive em uma cidade muito poluída? Sabia que isso pode diminuir o seu pênis?

POR Rafael Miranda    EM Ciência e Tecnologia      13/02/15 às 21h05

Homens, vocês tem mais uma razão para odiar a poluição: pênis de lontras estão diminuindo por causa dela, e aparentemente isso pode afetar seres humanos também.

Pesquisadores da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, acreditam que produtos químicos modernos lançados no ambiente são os culpados. Mais especificamente, eles apontam que a culpa pode ser dos disruptores endócrinos (também conhecidos como desreguladores hormonais).

Essas substâncias químicas agem como hormônios no sistema endócrino e causam alterações fisiológicas. Estudos ligam essas substâncias a efeitos biológicos adversos em animais, dando origem a preocupações de que a exposição cause efeitos similares nas pessoas.

92

Lontras e humanos certamente têm diferenças fisionômicas reprodutivas, mas pesquisadores acreditam que a poluição possa fazer com que bebês humanos nasçam com testículos menores, deformidades nos órgãos sexuais e baixo índice de espermatozoides.

Os cientistas farão investigações mais profundas sobre o tema, mas o estudo observa que animais e seres humanos estão expostos a muitos produtos químicos em comum.

Consequências da poluição

91

A curto prazo as partículas de poeira e dióxido de carbono presentes na poluição atmosférica não causam doenças, mas podem provocar ardor nos olhos, coceira no nariz e irritação na garganta. Podem também dar origem a náuseas, vômitos e desmaios.

Pessoas que vivem vários anos em ambientes de poluição atmosférica têm mais tendência a desenvolver complicações a nível pulmonar e cardiovascular, que podem levar à morte, e enfraquecimento do sistema imunológico.

Viver durante muito tempo neste tipo de ambientes tóxicos torna o ser humano mais susceptível ao câncer do pulmão, uma das doenças com maiores índices de mortalidade e também um dos tipos de câncer mais comuns em todo o mundo.

Crianças que crescem em locais muito afetados pela poluição do ar apresentam mais dificuldades respiratórias, uma capacidade pulmonar inferior e têm uma maior probabilidade de vir a desenvolver asma.

A inalação a longo prazo de partículas de metais poluentes e tóxicos, como mercúrio, cádmio e compostos de chumbo, pode também dar origem a distúrbios de ansiedade e doenças como Alzheimer e Parkinson.

Além destas existem muitas outras doenças a nível respiratório e cardiovascular que a poluição do ar origina ou potencia. Pessoas que vivem neste tipo de ambiente poluído devem ter alguns cuidados preventivos como, por exemplo, beber uma maior quantidade de água, utilizar máscaras de proteção respiratória, manter uma alimentação balanceada e procurar frequentar espaços verdes que proporcionem uma qualidade de ar melhor.

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+