10 imagens de europeus recebendo refugiados que vão restaurar sua fé na humanidade

POR A redação    EM História      10/09/15 às 18h53

A questão com a Síria tem levantado muitas questões para o mundo. Um dos tópicos que mais se comenta é a questão dos refugiados que procuram por uma vida longe da violência na Europa. De acordo com a Guarda Costeira Turca, nos primeiros cinco meses de 2015, 42 mil pessoas foram resgatadas no Mar Egeu. Em uma semana, foram mais de dois mil refugiados.

No dia em que o corpo do menino Aylan Kurdi foi resgatado, outros 100 refugiados foram resgatados na tentativa de chegar à Europa. 2.643 já morreram, segundo dados da Organização Internacional para as Migrações. O jornal britânico Independent levantou uma interessante questão ao noticiar o carro de Aylan: "Se estas imagens com poder extraordinário de uma criança síria morta levada a uma praia não mudarem as atitudes da Europa com relação aos refugiados, o que mudará?". De acordo com a Anistia Internacional, o mundo passa pela pior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial.

Siria1

O problema é que a xenofobia tem sido pesada nos países europeus. Só até o fim deste ano, mais de 800 mil refugiados devem chegar a Alemanha. A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou na semana passada o número. Estas pessoas, quando conseguem atravessar o Mar Mediterrâneo, ainda precisam sofrer com a violência e o preconceito. Ainda assim, muitos alemães tem surpreendido o mundo com atos altruístas que mostram que o país aprendeu com a história e têm feito bonito ao receber os fugitivos de guerra.

Em seus discursos mais recentes, Merkel tem destacado um "ideal europeu comum". Segundo ela, todo o continente europeu deveria se juntar em prol de ajudar os refugiados. "Se a Europa fracassar no assunto dos refugiados, sua estreita relação com os direitos civis universais serão destruídos", disse a chanceler. Ela ainda acrescentou que, como um país saudável e forte, a Alemanha tem a força para fazer o que é necessário.

Merkel

Surpreendentemente, o depoimento de Merkel gerou um verdadeiro consenso por todo o país. Autoridades de direita e de esquerda apoiaram e reafirmaram o que disse a chanceler. Para muitos deles, aceitar os refugiados é uma questão de solidariedade com aqueles que fogem das guerras e da violência. Como a Alemanha é um dos países que mais envelhecem, a chegada de um influxo de novos trabalhadores poderia vir a ser uma boa saída.

Confira abaixo algumas fotos que vão restaurar sua fé na humanidade, além de mostrar que nem tudo está perdido para os refugiados na Europa. Os alemães realmente se juntaram para receber os refugiados; alguns deles até realizaram eventos para distribuir comida e brinquedo para as crianças. Percebe-se a verdadeira animação dos participantes. Os atos foram registrados em todo o país, contando com a participação voluntária de centenas de alemães.

Siria2

Siria3

Siria4

Siria6

Siria7

Siria8

Siria10

Siria11

Siria12

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+