• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

11 coisas que só quem é muito criativo vai entender

POR PH Mota    EM Entretenimento      10/03/17 às 15h15

A mente de uma pessoa criativa funciona de maneiras bem difíceis de compreender para quem não passa por surtos de criatividade frequentes. A todo o momento situações comuns podem servir como inspiração para visões inovadoras sobre histórias, obras de arte ou conceitos imaginados de forma ousada.

Os efeitos da criatividade não ficam só no campo social. A neurologia garante que as pessoas com alta capacidade criativa pensam e agem de forma diferente da maioria das pessoas. Isso porque o cérebro dos criativos forma conexões singulares que não se repetem nas outras pessoas.

Se você é uma dessas pessoas que vive momentos em que o mundo recebe um olhar completamente diferente, com o filtro da sua imaginação produtiva, sabe do que estamos falando. A verdade é que o mar de criatividade desenvolve padrões de pensamentos únicos, então, decidimos listar algumas coisas que só mesmo quem vive dessa forma vai conseguir compreender.

Será que você vai se identificar?

1 - A mente de um criativo nunca para de funcionar

A mente da pessoa criativa é como um computador frequentemente ligado, sem nenhuma forma de impedir os processamentos ou deixá-lo mais lento. A curiosidade intensa funciona como combustível que alimenta a criatividade, o que pode ser extremamente cansativo em alguns momentos, mas também permite a criação de atividades, ideias e diálogos divertidos, únicos e insanos.

2 - A genialidade das ideias é reconhecida, mesmo que outros não vejam isso

As pessoas criativas podem ser vistas como loucas ou defensoras de criações nem sempre bem vistas ou bem recebidas pelo público, o que pode impedir que o trabalho ou a ideia em questão seja popular. Apesar disso, é comum que os criativos prefiram acreditar na própria genialidade inspiradora e se manter autêntico e fiel a suas criações ao invés de buscar a popularidade, mesmo que isso signifique ser mal interpretado.

3 - É preciso tempo para realimentar a alma criativa

Imagine o carro mais potente e mais incrível de todo o mundo. Certamente ele pode oferecer viagens de qualidade impressionante, com a junção de eficiência, segurança e conforto, mas até esse carro vai precisar parar para abastecer em algum momento. É exatamente assim que funciona o espírito criativo das pessoas que lidam com isso frequentemente. De tempos em tempos é preciso renovar as fontes de inspiração para que a máquina de criatividade continue a funcionar com eficiência.

4 - A criatividade precisa ter seu próprio espaço

Além do momento para reabastecimento das energias, a mente criativa também pode precisar do ambiente correto capaz de contribuir na capacidade de criação. Para alguns pode ser um escritório, mas para outros podem ser cafés, espaços públicos, parques, etc. Independente do lugar, é essencial que você consiga reconhecer o espaço como ambiente que permita o desenvolvimento da criatividade.

5 - O foco nas coisas ao redor é constante

Para conseguir acumular o máximo de inspiração possível para os momentos de produção, os criativos precisam estar sempre de olho em tudo ao seu redor, absorvendo referências de todos os lados. Ao mesmo tempo, isso pode parecer paradoxal, pois pode fazer com que não exista um foco realmente profundo em nada. Quando é hora de produzir e se concentrar, no entanto, é essencial ter foco completo no projeto, que se for interrompido pode ser completamente destruído.

6 - A criatividade vem em ciclos

A mente da pessoa criativa demais possui um ritmo próprio que pode variar entre momentos de tempestades de ideias e atividades com momentos de falta de inspiração completa. Cada momento faz parte do processo natural de criação e deve ser tratado com paciência. Os períodos de "seca de pensamento" são uma espécie de inverno congelante para as ideias, que podem ser combatidos com o tempo ou com a reposição da alma criativa, por meio de descansos e pesquisa de novas referências.

7 - Os pensamentos e as conversas vêm como histórias

Histórias contadas de formas dramáticas são muito mais emocionantes do que quando apresentadas somente como uma sucessão de fatos. Por causa disso, a mente das pessoas criativas, principalmente artistas, constroem seus pensamentos e sua forma de se expressar ao redor desse conceito. Pode ser que seja mais difícil narrar episódios ou explicar conceitos, mas para eles a experiência da comunicação pode ser percebida como mais importante do que o fato em sim.

8 - A alegria e a tristeza fazem visitas constantes

Porque se sentem frequentemente motivados e conectados com a própria criação, pessoas que vivem com esse estilo de vida podem ter vápidas alterações de humor, passando da alegria à tristeza num simples instante, podendo até mesmo a levar a depressão, em alguns casos. Ainda que o coração sensível seja a maior inspiração e motivação para a criatividade, também pode servir como combustível para o sofrimento.

9 - O trabalho pode ser levado pelo lado pessoal

Como a criatividade é uma expressão direta de sentimentos e ideias, pode ser difícil separar o que é pessoal e o que é profissional. Qualquer crítica a um trabalho criativo pode ser interpretada como uma falta de reconhecimento pessoal ou até mesmo condenação do autor da obra criativa, mesmo que ela não seja um conteúdo artístico propriamente, mas apenas uma ideia ou um conceito em qualquer ambiente empresarial.

10 - A procrastinação pode ser uma ótima ferramenta de trabalho

Isso pode variar muito de criativo para criativo, mas alguns só funcionam quando trabalham sob pressão, adiando o trabalho para o mais tardar possível. Pode parecer uma terrível estratégia de produção, mas a verdade é que todo o tempo de procrastinação pode ajudar com acúmulo de referências, criatividade e descanso da mente, que vai ter energia suficiente para colocar toda o esforço em prática na hora do desafio de última hora.

11 - A dificuldade para concluir projetos pode ser grande

O período inicial da criação de projetos e desenvolvimento do processo criativo pode ser estimulante, com a enxurrada de ideias e pensamentos que dão energia para a criatividade. Porém, quando essa potência toda perder a força ou começar a levar o criativo para outras ideias e projetos, os trabalhos podem ser deixados de lado. Isso faz com que eles fiquem abandonados, às vezes para sempre, nunca vendo continuação.

Conseguiu se reconhecer em nossa lista? Que outras coisas são comuns na vida da pessoa criativa. Compartilhe com a gente nos comentários!




Matérias selecionadas especialmente para você

PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+