• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

4 fatos que provam que South Park não é apenas um desenho cheio de palavrões

POR Fabiana Souza    EM Entretenimento      28/10/15 às 16h14

Os quatro principais personagens da série são os amigos Stan Marsh, Kyle Broflovski, Eric Cartman e Kenny McCormik. Um dos garotos é sensível e amigo, outro judeu e moralista, outro obeso, racista e manipulador e o outro é um menino pobre e sem voz ativa. Sim, uma doideira só, não é mesmo? Pois esse é só o começo do polêmico desenho para adultos, South Park.

Cheio de surrealismo e metáforas, os quatro amigos vivem envolvidos em coisas absurdas, e sempre abordam tabus da sociedade, tais como: racismo, religião, sexo, violência, política, desvirtuamento de valores e etc. Ao decorrer da história, eles contracenam com pais ignorantes, Jesus, Satã, um professor homossexual, um chefe de cozinha negro e ninfomaníaco, além de celebridades, que são frequentemente ridicularizadas no desenho. Isso tudo regado a muitas ofensas e palavrões.

Por esses e outros motivos, o desenho recebe várias críticas da mídia e de pessoas influentes, que já até mesmo ameaçaram de morte os criadores da série. Contudo, o desenho continua firme e forte, e embora opte pela imagem polêmica, não deixa de escancarar muitos problemas que a sociedade enfrenta e tenta mascarar. Separamos 4 motivos que provam que South Park é um choque de realidade.

4 - Enfatiza o preconceito da sociedade

tumblr_mbdn8vC9eb1qz8x31o1_500

Os episódios do desenho são cobertos de críticas sobre os preconceitos camuflados em meio a sociedade, abordando o racismo e algumas doenças, que são mascaradas como não existentes e ignoradas por todos. Um exemplo disso, é o episódio em que o presidente dos EUA é satirizado, e sua esposa, Michelle Obama aparece dizendo que é a favor de acabar com o sobrepeso da população norte-americana e fala que vai lutar contra a obesidade. Após isso, a primeira dama começa a bater no personagem Eric Cartman. Ou seja, uma crítica violenta sobre o suposto "apoio" que a sociedade dá às pessoas que sofrem de obesidade. A "luta" que se tem, na verdade, é contra elas.

Outra constante crítica do desenho é o personagem Kenny McCormick, o garoto pobre do grupo. Kenny está sempre vestindo um capuz que cobre a sua boca e por isso, quase ninguém entende o que o garoto fala. Além disso, a "morte" de Kenny é citada em quase todos os episódios, seguida da frase: "Oh meu Deus, mataram o Kenny!". Com isso, já foi dito que os autores criticam o tratamento que é dado às pessoas de classe média baixa, pois elas nunca tem "voz" o suficiente para terem suas necessidades atendidas.

3 - Banalizam polêmicas de celebridades

tumblr_n2yfqv9K7p1qgf1i8o1_500

Para aqueles que estão sempre querendo saber do mundo dos famosos e acham os problemas das estrelas mais importantes do que os da sociedade em si, os autores de South Park também mandaram um recado. Em um dos episódios, os autores retratam a polêmica de Michael Jackson, acusado de pedofilia. No episódio, um homem com um bigode falso chamado Mr. Jefferson tenta seduzir as crianças lhe oferecendo brinquedos. Nem precisa dizer que o tema gerou uma série de polêmicas.

Passado algum tempo, Tom Cruise foi inserido em um episódio, no qual foram satirizado os boatos envolvendo a sexualidade do ator. Na história do episódio Tom estava dentro de um armário e se recusava a sair de lá. Durante toda a história a frase "Tom se recusa a sair do armário" é repetida várias vezes. E claro que, o ator processou os responsáveis pelo desenho.

2 - Enfatizam a disputa entre as religiões

CYm0KeQ

Em um dos episódios do desenho, os autores da série resolveram colocar Jesus como assassino. E mais do que isso, o profeta não mata alguém qualquer, e sim, o Papa. Em outro capítulo, é a vez de Maomé, que aparece na história com o "poder de não ser insultado".

Outro episódio do desenho que causou polêmica envolveu a Virgem Maria, um dos símbolo do catolicismo. Durante a história, estátua da santa era vista sangrando pela bunda. Ao fim do mistério, foi descoberto que a santa, na verdade, estava menstruada. Sem contar o episódio em que Satanás aparece dando uma festa e várias pessoas famosas são convidadas.

1 - Banalização de vícios e crimes

tumblr_mbdpjhJTfz1qf2dg2o1_500

Em um dos episódios mais polêmicos da série, é retratada a vida "fria e triste" que levavam os bebês que nasciam viciados em crack. Sim, crack. Os recém nascidos já nasciam desnutridos e com a aparência péssima, completamente dependentes das drogas e precisavam ser imediatamente internados.

No decorrer da história, um dos personagens do desenho tem a horripilante ideia de fazer uma espécie de "briga de galo" com os bebês. A ideia consistia em colocá-los para brigarem até a morte em prol de conseguirem uma bola cheia de pedras de crack e postar tudo no Youtube. Nenhum dos personagens envolvidos sentiam qualquer tipo de pena ou remorso ao fazerem isso, era apenas pela fama e dinheiro. A situação é uma sátira (bem pesada) de situações similares que acontecem em nosso dia a dia.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Fabiana Souza
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+