5 línguas da ficção que todo mundo pode aprender

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      29/09/14 às 22h13

Se você é fã de sagas como Harry Potter, Senhor dos Anéis e Games of Thrones sabe que o fascínio que essas histórias criam vão muito além do enredo de suas tramas. Além de cenários magníficos e personagens mágicos, essas obras da ficção têm em comum a presença de dialetos próprios, criadas por seus autores para deixar ainda mais autêntica e verídica a relação de seus personagens, habitantes de terras e tempos distantes.

Esse artifício, usado por alguns escritores, costuma funcionar tão bem que não é difícil encontrar por aí fãs das histórias tentando reproduzi o dialeto de suas tramas favoritas. É por isso, aliás, que preparamos essa matéria de hoje. (Clique aqui e conheça também 8 idiomas que estão desaparecendo do mundo).

Abaixo, como você vai conferir, listamos 5 das línguas mais populares criadas para ficção que foram estudadas e que agora já podem ser aprendidas pelos mais fanáticos em sites e cursos online. Veja só:

1. Quenya e Sindarin

1

Nas histórias criadas por Tolkien não havia economia na hora de criar linguagens novas. Dentre os dialetos que o gênio criou, dois se destacam mais: quenya e sindarin.

O primeiro dialeto, como todo mundo sabe, é falado da Terra Média e pode ser chamado também de "élfico maduro". Para desenvolver o idioma, o escritor usou o finlandês como base. Mas o que facilitava mesmo essa criação de línguas novas era sua fluência em (apenas) 12 idiomas.

Já o sindarin, também presente em "O Senhor dos Anéis", foi inspirado no galês. Essa linguagem, inclusive, foi apontada como a mais popular da Terra Média.

Apesar de não serem línguas faladas na vida real, a quantidade de dicionários online especializados em idiomas é de impressionar. Existem até cursos específicos para quem quer aprender os idiomas quenya e sindarin!

2. Ofidioglossia

2

O idioma oficial de Salazar Sonserina, como todos sabem, é a língua das cobras, falada por Harry Potter e Voldemort nos filmes da saga. Apesar de ser quase uma maldição na terra dos bruxos, esse dialeto também pode ser aprendido na internet. Para dar uma "mãozinha" nessa missão, clicando aqui você pode traduzir qualquer palavra que quiser para a língua das serpentes.

3. Nadsat

3

Outro filme que apresentou um modo de falar todo particular foi "Laranja Mecânica". As expressões usadas por Alex e seus comparsas são o resultado de uma mistura de cockney (dialeto britânico) com o russo. Apesar de não se tratar de um idioma propriamente dito, há dicionários completos hoje em dia que ensinam as expressões bizarras usadas pelo protagonista do filme. Clique aqui para conferir.

4. Klingon

4

O filme "Star Trek", além do enredo, se tornou conhecida também pelo idioma totalmente estranho falado por seus personagens. O Klingon, como foi batizada, foi, em grande parte, enriquecida pelo ator James Doohan, que vivia Scotty. Em 1979 ele improvisou na hora de falar em Klingon e acabou inventando algumas palavras e, com base nelas, é que Marc Okrand criou o idioma.

Apesar de ser uma língua difícil entender, por não se parece com nenhum outro idioma real, há pessoas que se dedicam a estudá-la, em nome do fanatismo à série Star Trek. Há, inclusive, um instituto acadêmico dedicado a divulgar e a traduzir o idioma bizarro, que já adaptou até mesmo "Hamlet", de Shakespeare.

5. Dothraki

5

Que Game of Thrones é um sucesso mundial você já sabe, mas você sabia que o idioma dothraki era muito menor na série de livros de George R. R. Martin do que é hoje na série da HBO? Foi só depois que a história passou para a TV que o número de verbetes do dialeto foi ampliado.

Hoje em dia, mais de 3 mil palavras formam o dicionário dothraki, criado por David J.Peterson (oficialmente um inventor de novas línguas), que é uma mistura das línguas faladas na Rússia, na Estônia, na Turquia, no Quênia e no Canadá. Há até um site, mantido pelo próprio Peterson, onde é possível aprender ao menos um pouco do idioma.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+