6 coisas que acontecem no corpo de quem troca de sexo e/ou gênero

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      25/04/18 às 14h39

Existem diversos assuntos extremamente sensíveis que devemos tratar com muita cautela. Falar sobre determinadas coisas é um tanto desafiador para nós. Entre elas estão: morte, que ainda é um tabu, posicionamento político, sexualidade e mudança de gênero. Essas são as mais comuns e mais debatidas em vários lugares.

Muitas pessoas se perdem na hora de abordar alguma coisa sobre a mudança de gênero por confundir com mudança de sexo ou sexual. A mudança sexual é basicamente, de fato, uma alteração no seu órgão genital. Enquanto isso, a mudança de gênero é toda uma reconstrução social, hormonal e pessoal. O sexo é, em regra, físico. O papel do gênero muda no espaço e tempo.

Quando uma pessoa se submete ao processo de mudança de gênero, muitas coisas acontecem. Seu corpo e sua mentalidade passam por transformações tremendas. Somente quem vive isso na pele entende bem a respeito do que pode acontecer. Foi pensando nisso que nós da Fatos Desconhecidos resolvemos trazer essa matéria.

Listamos algumas coisas que acontecem no corpo de quem troca de sexo e/ou gênero. Colocamos nessa lista algumas coisas que acontecem com o físico e com o psicológico. Buscamos a ajuda de pessoas que vivem isso na pele diariamente. Sem mais delongas, confira conosco.

1 - Muda o gênero e permanece com os mesmos gostos

As pessoas tendem a acreditar que a mudança de gênero e sexo interferem nos gostos sexuais. Uma pessoa que nasceu mulher e gosta de mulheres faz a transição. Antes, mulher lésbica, depois de todo o processo, torna-se um homem heterossexual por causa do seu gosto por mulheres.

2 - A mente fica confusa com o julgamento

Geralmente, as mulheres são mais cautelosas com as coisas e desconfiam de alguns comportamentos masculinos. Um homem trans, antes mulher cautelosa, após a mudança começa a enfrentar um mundo oposto. Começa a perceber que é visto como uma ameaça e não como realmente é. Isso gera uma confusão psicológica.

3 - A aceitação gera conforto

Ser trans antes de passar por um processo de transição é o mesmo que viver com diversas pessoas na mente. Cada uma delas grita por uma coisa diferente. A aceitação e a transição vão eliminando essas vozes e ajudando a se formar psicologicamente. Uma pessoa trans completa vive um conforto mental que nem mesmo ela poderia esperar.

4 - O costume com partes do corpo

Levando pro lado sexual, uma pessoa que vive a transição tem que aprender a viver com o seu corpo. Os homens trans enfrentam um processo de aceitação dos pêlos faciais e em demais partes do corpo, além da falta dos seios. Uma mulher trans leva um tempo até se acostumar com os novos seios e a falta do pênis. Não são todas que enfrentam um processo cirúrgico, mas ainda sim tendem a fazer tratamentos hormonais que resultam em algumas mudanças corporais.

5 - Muitas dúvidas

Parte da sociedade ainda tem problemas em lidar com isso. Muitas pessoas fazem piadas ofensivas e a curiosidade sobre o órgão sexual é extremamente invasiva e constrangedora.

6 - Enfrentam mudanças dos sentimentos por causa dos hormônios

Durante um processo de transição, as pessoas tendem a fazer tratamento com hormônios. Esses podem mudar totalmente os sentimentos de cada um, levando-os a agirem por impulso de diversas formas.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu comentário é extremamente importante para o nosso crescimento.

Diogo Quiareli
Diogo Quiareli, 23 anos, Gay, Publicitário, Goiano, Geminiano e Infinito. Uma pessoa extremamente apaixonada pelo universo musical e amante do e-sport. Fiel a memória de RBD e Glee, além de alimentar diariamente a paixão por Katy Perry, Florence and The Machine e 30 Seconds to Mars.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+