Entretenimento

6 dicas que te ajudam a escrever as metas de ano novo

0

Com a chegada do mês de dezembro, vem também o prenúncio de um novo ano. Com o fim de 2021, é natural que o ser humano pare por um momento e faça uma retrospectiva do ano que está acabando. Quais foram as metas cumpridas, quais foram os aprendizados, o que se espera para o ano novo, o que se pode fazer de diferente no ano que vem.

O início de um novo ano, por outro lado, significa novas oportunidades, novas metas, novos objetivos e, principalmente, renovação. Entre as tradições vindas com o ano novo está o uso das cores como forma de atrair amor, prosperidade, paz e dinheiro.

Outra tradição bem difundida é traçar novas metas que serão cumpridas ao longo do novo ano. Se você ainda não sabe como dar início às suas metas, fizemos esse post justamente para te auxiliar.

Dicas de como escrever suas metas para o ano de 2022

Foto: Reprodução

1- Reflita sobre o ano que passou.

O primeiro passo para conseguir estabelecer as suas metas de 2022 é parar por um momento e refletir sobre o ano que esta acabando. Para te auxiliar neste processo, escolha um lugar calmo e deixe papel e caneta ao seu lado.

Uma dica para facilitar o processo é colocar uma playlist de música que você goste e que lhe faça relembrar de momentos vivenciados ao longo do ano, sejam eles bons ou ruins. Comece refletindo sobre:

  • O que você pretende deixar em 2021?
  • O que você quer levar para o próximo ano?
  • O ano de 2021 valeu a pena?
  • Quais foram os meus aprendizados?
  • Eu poderia ter me dedicado mais em alguma coisa?
  • O que mais me fez falta em 2021?
2 – Defina suas metas específicas de acordo com cada área da vida.
Assim como as diversas áreas profissionais existentes no mercado de trabalho exigem conhecimentos específicos, a nossa vida também é assim. Cada área da nossa vida exige ações e dedicações diferentes, de acordo com o papel e a importância que damos a essas áreas.
Separar as metas de acordo com as áreas nos auxilia a analisar com mais profundidade quais são as que mais nos dedicamos e quais as que demandam mais atenção. Através desta análise, provavelmente vamos perceber que há um desequilíbrio. O ideal é dedicar-se um pouco mais, para que possa haver uma certa estabilidade.

3- Tenha clareza ao estabelecer as metas.

Ter clareza nas metas significa entender que tudo o que desejamos na vida demanda planejamento. Assim, é preciso definir ações a curto, médio e/ou longo prazo, além de ser necessário que um cronograma de ações sejam cumpridos.

Uma dica é usar a frase “Eu vou (verbo + meta) até (dia) porque (motivo) é importante para mim”. Colocando o exemplo em prática, a frase ficaria da seguinte forma: eu vou assistir um filme uma vez por semana porque me divertir é importante para mim.

Suas ações a curto e médio prazo devem ser destrinchadas a partir da sua meta a longo prazo. O ideal é que estas ações sejam colocadas em um cronograma mensal e semanal para que se tenha um tempo de execução visível.

4 – Priorize o que é mais importante.

Para que as coisas fluam como o planejado, é preciso se autoconhecer. Avaliar seu próprio ritmo, observar quanto tempo levamos para executar e concluir tarefas, entender se as coisas que estamos nos propondo a fazer são para nos manter ocupados (coisas menos importantes, mas necessitam ser feitas) ou se são tarefas que te deixam mais próximo de conseguir o seu objetivo (tarefas de realização).

Após fazer esta avaliação, o principal é definir quais são nossos objetivos e nosso foco. Ou seja, quais são as tarefas mais importantes, fundamentais, e que devem ser feitas prioritariamente para que possamos atingir o objetivo dentro do prazo estabelecido previamente. Esta é uma forma de manter o foco e de observar os resultados 

5 – Teste estratégias, métodos e técnicas.

Este é o ponto em que você vai, literalmente, colocar o seu planejamento em ação. Cada pessoa tem o seu próprio método de produtividade, e vai ser preciso partir das tentativas e dos erros para achar qual é o seu método. A dica aqui é calcular o seu tempo através dos minutos, deixando as horas de lado. Está é uma forma de anular a desculpa da falta de tempo, já que o foco no trabalho faz com que os minutos sejam valiosos.

Isso quer dizer, na prática:

  • Sentar para planejar a sua semana previamente;
  • Definir seus compromissos do mês com datas definidas em calendário;
  • Use listas para definir a ordem de seus afazeres de acordo com o grau de importância ou com a data de entrega;
  • Organize todas as suas tarefas ao longo da semana, assim, terá espaço para possíveis imprevistos.

6 – Se motive para dar continuidade em seu planejamento.

Para dar continuidade ao seu planejamento e atingir o seu objetivo, é necessário que você se sinta motivado. Esta automotivação deve ser constante para que você possa conseguir se manter no caminho, sem desviar ou desistir do objetivo final.

Uma estratégia é fazer uma revisão semanal para te auxiliar nos ajustes que forem necessários para o que for realizar ao longo do processo. O grande segredo para conseguir atingir o objetivo é acompanhar a evolução do processo, lembrando sempre dos “benefícios” que isso trará para a sua vida.

Como uma última dica, porém não menos importante, é celebrar a sua conquista com algum tipo de recompensa. Ao final, você se sentirá bem consigo mesmo e com o sentimento de dever cumprido.

 

Fonte: Mais Goiás

Recordes mundiais impossíveis de quebrar

Previous article

7 opções de hambúrguer artesanais para se deliciar em Aparecida de Goiânia

Next article

Comments

Comments are closed.