• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 coisas erradas que todo mundo acredita sobre a Era Napoleônica

POR Gustavo Camargo    EM História      09/05/18 às 15h37

A Era Napoleônica teve início após o Golpe de Estado do 18 de Brumário, que marcou o final do processo revolucionário na França. Napoleão Bonaparte é considerado, por muitos, como o governante mais bem-sucedido da história da França.

Todo esse período se caracterizou pela recuperação econômica e pela reorganização jurídica e administrativa na França. Com os resultados obtidos neste período, Napoleão foi nomeado cônsul vitalício em 1802, devido ao apoio das elites francesas, que estavam entusiasmadas com os avanços. Mas nem tudo que é contado sobre esse período é verdade. Foi pensando nisso que nós da Fatos Desconhecidos trouxemos 7 coisas erradas que todo mundo acredita sobre a Era Napoleônica. Confira:

1 - Napoleão foi o melhor general francês

Louis Nicholas que deveria ter esse título. O mais jovem marechal de campo do exército de Napoleão. Ele foi importantíssimo para o dia de Napoleão Bonaparte na Batalha de Austerlitiz em 1805. Davout impediu a derrota na Batalha de Eylau em 1807. Ele organizou o exército que Napoleão usaria para invadir a Rússia em 1812. Quando as coisas se voltaram contra os franceses, Davout comandou a retaguarda. Defesa e permitiu que Napoleão escapasse.

2 - O mais forte exército francês que existiu

Uma forte reputação foi adquirida pelos militares franceses na Segunda Guerra Mundial. Historiadores acreditam que as tropas foram capazes de vencer batalhas desde Barcelona até o interior da Rússia. O livro Time-Life A Enterprise of War cita Laurent de Gouvion Saint-Cyr, marechal da França, fala que cerca de 25% das baixas da infantaria francesa eram de soldados mal treinados que atiravam uns nos outros.

3 - Napoleão era imbatível

As histórias que geralmente ouvimos eram de que Napoleão poderia superar qualquer inimigo desde o início de sua carreira. O fato é que ele ficou confiante demais e seus inimigos aprenderam suas estratégias ao longo do tempo, o tornando cada vez mais previsível.

4 - Compra da Louisiana

Louisiana é um território dos EUA que tem sua vida e econômica e cultura ligada ao Rio Mississípi. A região foi inicialmente explorada por franceses que haviam partido do território de Quebec, província do atual Canadá, e que acompanharam as margens do rio, transformando-o em uma rota de grande destaque.

Em 1803, Louisiana foi vendida para os Estados Unidos, a um custo aparentemente baixo de US$ 15 milhões. Muitas vezes na história Napoleão Bonaparte era retratado vendendo grandes quantidades de territórios valiosos. A França exigiu que o pagamento fosse integralmente feito em ouro e adiantado, ótima oportunidade para encher os cofres da França para uma futura guerra com a Grã-Bretanha.

5 - Britânicos usavam vermelho, franceses usavam azul

Alguns americanos se acostumaram a retratar os exércitos desse jeito. Os britânicos são imaginados de roupas vermelhas porque se tornariam alvos fáceis para os soldados coloniais. E os soldados coloniais e porque os uniformes americanos fornecidos pelos franceses durante a Guerra Revolucionária eram azuis.

No entanto tudo estava confuso, no lado francês, muitos granadeiros holandeses usavam uniformes brancos e a cavalaria de dragões usava uniformes verdes. Algumas pessoas do exército de Napoleão tinha cavaleiros do Oriente Médio que usavam turbantes e usavam coletes vermelhos.

6 - A invasão da Rússia foi a queda de Napoleão

Sua invasão a Rússia em 1812 é frequentemente vista como a decisão que o arruinou. O que faz todo o sentido, já que isso custou milhares de soldados.

Mas o Sistema Continental de Napoleão, seu único meio de combater, era incrível. Mesmo que não existisse tanto perigo para os franceses, suborno e contrabando mantinham o mercado vivo, e com isso, a Rússia e outros puderam manter suas economias funcionando. Mesmo assim, os exército da Áustria, sem o apoio da Rússia, derrotaram Napoleão em Aspern-Essling em 1809.

7 - Inverno russo

Com o tempo sugiram teorias de que as condições adversas do inverno russo poderiam ter feito muitos soldados franceses morrerem. No entanto, grande parte das perdas já teria sido infligida antes mesmo do outono.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Próxima Matéria
Via   Listverse     Infoescola  
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+