• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 coisas que você definitivamente não sabia sobre Google Earth e o Google Maps

POR Toni Nascimento    EM Curiosidades      06/09/18 às 19h34

Você já tentou imaginar como seria a sua vida se não existisse o Google? Ele facilita tudo hoje em dia. Se antes, eram necessários milhares de edições de enciclopédias para entender o mundo e saciar curiosidades, hoje o Google dá conta dessa demanda. Além disso, a empresa oferece outros milhares de servições prestados na internet que buscam facilitar a vida dos internautas. Inclusive dois deles, que envolvem mapas e localização em tempo real, são uma mão na roda. Estamos falando do Google Earth e do Goole Maps. Um auxilia na hora de se locomover pela cidade e o outro mostra qualquer canto remoto do planeta.

O Google Maps é bem mais popular. Ele está na mão de quem precisa chegar a um endereço novo e está se aventurando pela primeira vez. Já o Google Earth mesmo bem conhecido, não é tão falado no Brasil. Porém ele te deixa a um clique do mundo todinho, inclusive com visão por satélite. Mas mesmo sendo duas marcas poderosas, que com certeza você usa bastante, será que você sabe de todas as curiosidades sobre elas? Uma funcionalidade escondida, ou algum flagra inusitado do Earth? Se acha que não, vem comigo que eu vou te mostrar 7 coisas que definitivamente você não sabia sobre o Google Maps e Earth.

1 - Estrela de Davi

O Google Earth colocou lenha na fogueira na briga entre Irã e Israel. Em 2010, o Google Earth revelou que havia uma Estrela de Davi, símbolo do judaísmo, no topo da sede da companhia aérea Iran Air, em Teerã, capital iraniana. Os dois países são inimigos declarados desde que romperam as relações em 1979. É mais chocante ainda quando você descobre que a estrela foi construído entre 1960 a 1979, antes do rompimento, e ninguém sabia disso. Foi preciso ver as imagens pelo satélite do serviço do Google para que descobrissem o símbolo na construção.

2 - Explosão Nuclear

Você sabia que existe uma forma de descobrir como sua cidade seria impactada caso ela fosse atingida por uma bomba nuclear? Nunca pensou nisso? Pois saiba que alguém pensou. E isso só é possível graças ao Google Maps. Um pesquisador do Instituto de Tecnologia Stevens (STE) criou uma página na internet que simula o efeito de bombas atômicas ou nucleares em qualquer cidade que estiver no Google Maps. Faça o teste clicando aqui.

3 - Easter Eggs nos Mapas

Se você ainda não sabe, é bom saber que existem easter eggs espalhados pelo Google Maps. Agora que você já sabe, também precisa saber que muitos deles são pegadinhas para pegar malandro. Estas são falsas características em meio aos mapas que são inseridas para que, se alguém tentar copiar o mapa, o detentor dos direitos autorais possa provar que você o copiou. Então, não copie os mapas.

4 - Google Maps auxiliando na estratégia de guerra

Em 2010, Edén Pastora, oficial da Nicarágua encarregado do Rio San Juan, justificou a incursão de seu país no território vizinho da Costa Rica alegando que, ao contrário do limite costumeiro, ele não estava invadindo nada. Ele usou como prova o Google Maps, que mostrava o território da Nicarágua um pouco maior do que realmente era para ser. Mas a Costa Rica apertou o Google que cedeu, e voltou o mapa para o lugar. Ou seja, o Google quase deu início a uma guerra.

5 -  A Fiat e a Volkswagen

A Fiat e a Volkswagen são rivais comerciais, uma vez que as duas são fabricantes de carros concorrentes. Certo dia, a Fiat notou que um dos carros do Google Street View (Google Maps) estava rodando em torno da área de uma loja da Volkswagen. Então a empresa decidiu obter alguma publicidade gratuita à custa de seu concorrente. De acordo com um site chamado CNet , um funcionário da Fiat viajou cerca de 30 quilômetros de Estocolmo até a Suécia para estacionar um novo Fiat 500 na frente do QG da VW. E com certeza, o carro do Google passou e tirou uma foto. Se você for lá agora no Google Maps e procurar por por "Volkswagen Group Sverige AB, Sodertalje, Suécia", encontrará o registro.

6 - Google Earth demarca terras indígenas

Algumas tribos na Amazônia atualmente estão usando tecnologia como GPS e o Google Earth para mapear suas terras. Eles monitoram a extração ilegal de madeira e mineração, e conseguem manter laços com sua história e tradições culturais, incluindo o conhecimento de plantas medicinais. Isso veio da ação do Google há alguns anos antes de se demarcar as terras indígenas no Google Earth.

7 - Origem

O Google Earth era originalmente chamado de Earth Viewer e foi criado pela Keyhole, Inc. A empresa em questão foi adquirida pelo Google apenas em 2004, sendo antes uma empresa parcialmente financiada pela CIA por meio da empresa de capital de risco In-Q-Tel, que investe em empresas de alta tecnologia com o único propósito de manter o Earth Viewer. Ou seja, no fim das contas, o Google Earth era uma ferramenta da CIA que só mais tarde caiu nas mão da gigante do Vale do Silício.

E aí, curtiu essas curiosidades? Comenta aqui com a gente e compartilha essa lista nas suas redes sociais.

Próxima Matéria
Via   KAF     F     TM     O     I  
Imagens S G M N
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+