• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 erros que você não percebeu nos filmes do Capitão América

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      28/09/18 às 19h55

Em 1940, os artistas Jack Kirby e Joe Simon criaram o Capitão América e desde então o herói tem sido um dos maiores símbolos de heroísmo da Marvel Comics. Sua integridade, crença, senso de justiça e persistência são algumas de suas características responsáveis por conquistar diversos fãs pelas últimas sete décadas. Tendo Steve Rogers como o principal detentor do manto, o herói já passou por todos os tipos de história possível ao longo de sua existência, até as mais sem pé nem cabeça ele experimentou.

Depois de aparecer algumas vezes no cinema e na televisão, o personagem ganhou vida nova com Chris Evans. Em 2011, sob o comando da Marvel Studios, os fãs viram o herói em ação com Capitão América: O Primeiro Vingador. O filme fez tanto sucesso quanto Homem de Ferro e mesmo as pessoas que não gostavam do personagem, passaram a admirá-lo com os filmes. Com uma trilogia solo e sendo um dos personagens mais importantes do MCU, Capitão América está prestes a dar adeus. Mas, enquanto esse dia não chega, vamos relembrar alguns deslizes presentes em seus filmes.

1 - Calças mágicas

Steve Rogers era um homem bem pequeno e magrelo. Quase uma criança. Seu físico foi transformado por completo depois que seu corpo aceitou o soro do Super Soldado. Antes de deitar na maca para o experimento com o soro, ele estava apenas com uma calça, um pouquinho maior que ele. Depois do término, mesmo ele tendo aumentado todas as suas medidas, a calça ainda está lá, intacta. Nem mesmo o cinto sofreu qualquer alteração. Sem dúvidas os cientistas pegaram algumas dicas com Hulk.

2 - A bandeira errada em Guerra Civil

Durante o flashback de Bucky Barnes (Sebastian Stan) em Capitão América: Guerra Civil, os soldados integrantes do experimento governamental usam a bandeira da União Soviética. A cena é retratada no passado, em 1991 para ser mais exato, mesmo ano em que o regime caiu e o país foi dividido. Ou seja, a mesma época em que a Federação Russa foi criada.

3 - A falta de noção de T'Challa

Capitã América: Guerra Civil pode não ser o melhor filme do Sentinela da Liberdade, mas chega perto de ultrapassar o excelente Soldado Invernal. A explosão na reunião da ONU em Viena, além de ser incrível, proporciona um momento emocionante entre T'Chaka (John Kani) e seu filho. Como um dos alvos da bomba, o rei morre nos braços do herdeiro. Talvez pelo desespero do momento, T'Challa checa o pulso do pai com o polegar. No treinamento básico de primeiros socorros aprendemos a nunca usar o polegar para verificar os batimentos, pois ele pode interferir na leitura.

4 - O suor de Sam

Ao sair todos os dias pela manhã para correr, Sam Wilson (Anthony Mackie) não esperava se tornar amigo de Steve Rogers. Sendo muito mais rápido que qualquer humano, Steve sempre ultrapassava Sam com os mesmos dizeres "à sua esquerda". A brincadeira evoluiu para uma conversa de verdade. Certa vez, Sam estava tão suado que seu moletom ficou marcado em volta do pescoço. A marca ficou assim até Natasha (Scarlett Johansson) chegar para pegar Steve. Quando a câmera voltou o foco para o rapaz, a mancha havia secado quase por completo de sua roupa.

5 - A lesão no braço de Tony

Alguns acontecimentos em Guerra Civil se desenvolvem rápido demais. Por exemplo, após a luta dos heróis no aeroporto, Tony Stark (Robert Downaey Jr.) aparece na cena seguinte com o braço em uma tipoia. Não sabemos exatamente quando ele o machucou, porém, dado o ocorrido, relevamos. Quando ele vai atrás de Steve e Bucky, ele retira o apoio, entra numa briga pesada com os dois e no fim do filme aparece sem qualquer agravante e ainda ajudando Rhodey (Don Cheadle) a caminhar.

6 - O plano de Zemo

O plano de Helmut Zemo (Daniel Bruhl) foi tão irrelevante para a história que chega a ser vergonhoso. Quando paramos para pensar um pouco sobre isso, ele fica ainda pior. Por exemplo, como Zemo sabia do Tratado de Sokovia? Antes mesmo que todo o resto. Ou então, a dúvida mais pertinente, como ele sabia sobre os pais de Tony? Não há consistência em suas motivações e muito menos explicação para o que tem em mãos.

7 - A confusão na linha do tempo

Depois de dez anos, fica um pouco complicado manter a ordem cronológica de um universo compartilhado. Sendo assim, quando Steve é descoberto no fundo do oceano Ártico, podemos estabelecer que os eventos de Thor, Homem de Ferro 2 e O Incrível Hulk se passam na mesma semana. Durante a Guerra Civil, tudo deve ter acontecido entre 2010 e 2016. Então, para confundir mais um pouco, depois de ser criado, Visão diz que a situação se alonga por oito anos. Um detalhe que influencia até mesmo na linha temporal de Homem Aranha: De Volta ao Lar.

Próxima Matéria
Via   SR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+