• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 fatos assustadores sobre Ariel Castro, o monstro de Cleveland

POR Leticia Rocha    EM Terror & Sobrenatural      14/11/18 às 13h18

O nome talvez lhe seja estranho, mas você conhece Ariel Castro ou ao menos ouviu falar dele. Você se lembra de um caso recente de 3 mulheres que foram raptadas e mantidas como reféns por anos? O monstro de Cleveland é o responsável por essa atrocidade.

No entanto, há muito mais sobre o passado e vida de Ariel que você não sabe. Desde problemas familiares, até uma vida teoricamente comum e sem suspeitas. No entanto, nada disso faz com que o homem seja menos assustador.

Confira agora 7 fatos assustadores sobre o monstro de Cleveland.

1 - Passado

A infância de Ariel foi um tanto quanto turbulenta. A mãe descobriu que o marido não só a traia, como tinha outros 4 filhos com a amante. Foi depois disso que ela e o filho se mudaram de Porto Rico para Cleveland, nos EUA. Além disso, o homem supostamente teria sido abusado quando tinha apenas 9 anos de idade e isso teria sido um dos fatores que desencadearam nele essa personalidade maligna.

2 - Sequestro

Michelle Knight tinha 22 anos quando foi sequestrada e mantida em cativeiro por Ariel. Foi a primeira das vítimas do monstro. Um ano depois, em 2003, Amanda Berry de apenas 16 anos também foi sequestrada. E novamente, um ano depois, a adolescente Georgina DeJesus, de apenas 14 anos, também se tornou uma de suas vítimas. Foi apenas uma década mais tarde que as mulheres conseguiram ser libertadas. Amanda se aproveitou de um momento que o homem saiu e foi para porta. Ela gritou e bateu até que os vizinhos apareceram e a socorressem. Ela então foi para casa e acionou a polícia que prendeu o homem logo depois.

3 - Sentença

O homem foi preso logo após o resgate das mulheres. Ele conseguiu se livrar da sentença de morte, mas foi condenado a mais de mil anos de prisão.

4 - Suicídio

Apesar da sentença de prisão perpétua, Ariel cumpriu pouco mais de um mês. O homem foi encontrado morto na cela, ele cometeu suicídio usando os lençóis da cela em que estava.

5 - Vida comum

Ariel Castro era um homem cruel e terrível, mas não era essa a imagem que seus vizinhos tinham dele. Na verdade, ele era muito querido pelos vizinhos e ele, inclusive, trabalhava como motorista do ônibus escolar da cidade. Além disso, ele mantinha um relacionamento próximo de seus parentes, tanto que seus irmãos foram presos com ele, mas posteriormente descobriram que eles não tinham envolvimento com nada.

6 - Músico

Ariel Castro era também um músico apaixonado pela música latina. Em algumas noites, ele até recebia alguns amigos que tocavam e se divertiam em sua casa. Ninguém ali presente imaginava que o homem escondia um segredo macabro e assustador.

7 - O começo das atrocidades

O comportamento agressivo de Ariel Castro começou a dar sinais já no primeiro relacionamento. Em 1980, ele se apaixonou por Nilda, com quem teve um filho e se casou um ano mais tarde. No entanto, foi logo após isso que o homem se tornou totalmente agressivo. As brigas evoluíram para socos e então para ossos quebrados. Quando a mulher estava grávida do quinto filho do casal, o homem tentou induzir um aborto e jogou a mulher de uma escada. Essa foi a gota d'água, depois do ocorrido Nilda foi embora e nunca mais voltou.

Próxima Matéria
Leticia Rocha
Estudante de Jornalismo, apaixonada por pequi, vendedora de pão de mel e de tudo que colocar na minha mão!
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+