7 hábitos que você precisa abandonar agora para acabar com dores nas costas

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      10/05/18 às 19h25

De acordo com especialistas, cerca de 80% das pessoas sofrem com dores nas costas ao longa de suas vidas. E essas estatísticas atingem todo o mundo. No entanto, as dores nem sempre significam doenças ou lesões graves. Alguns cuidados podem minimizar problemas futuros e evitar as indesejadas dores.

Muitas vezes devido a agitação do dia-a-dia acabamos nos esquecendo de manter uma boa postura, e ao longo do tempo, a dor se instala e acompanhamento médico pode ser necessário. Hoje, listamos alguns dos comportamentos que precisam ser abandonados caso você queira se manter longe das dores.

1 - Fator ocupacional

Dores nas costas não são um problema que aflige somente as pessoas que trabalham em serviços pesados. Costureiras, manicures, motoristas, pessoas que trabalham em escritórios, entre outras profissões, também podem vir a sofrer com esse problema. Por isso é muito importante algumas pausas durante o expediente. O indicado é uma pausa rápida a cada hora trabalhada.

2 - Afazeres domésticos e no ambiente de trabalho

Muitas vezes por estarmos no aconchego nossas casas acabamos nos esquecendo dos perigos de não manter uma postura correta. Tarefas domésticas diárias, como lavar pratos, preparar os alimentos ou passar roupas, por exemplo, podem ser prejudiciais para nossa coluna. Por isso, é importante adaptar seu ambiente de acordo com suas necessidades.

Altura da pia, mesa ou tábua de passar adaptadas a sua altura para garantir que sua coluna esteja ereta e permita que os músculos de suas costas estejam relaxados enquanto você trabalha.

3 - Calçados desconfortáveis

Muitas vezes, deslumbrados pela beleza dos calçados, principalmente os de saltos altos, nos esquecemos que eles afetam diretamente nossa postura. Por outro lado, uma sola completamente lisa pode causar uma tensão igualmente prejudicial a nossa coluna. Ou seja, sapatos de sola plana também não devem ser usados frequentemente. Sapatos de salto alto não devem ser usados por mais de 2 horas.

4 - Bolsas e mochilas grandes ou pesadas

Apesar das tendências de moda, transportar grandes pesos em mochilas cadas vez maiores e cheias de "peso inútil" pode ser extremamente prejudicial a nossa coluna. Fazer uma revisão nos itens da sua bolsa e mochila é essencial. Livre-se de todos os objetos desnecessários que você carrega por aí. Ajuste as correias sobre os dois ombros, de forma que a mochila seja pressionada contra as omoplatas e não esteja pendurada no nível da cintura.

5 - Roupas apertadas

Roupas muito apertadas podem restringir o movimento e prejudicar a circulação sanguínea. Sem falar que os músculos das costas podem tensionar, o que acarreta em dores musculares posteriormente. Os sutiãs também podem se tornar grandes vilões caso eles não estejam ajustados de forma correta ou apertados demais. É sempre bom escolher aqueles de alças mais largas.

6 - Estresse e depressão

Pesquisas recentes sugerem que nossos estados emocionais podem causar tensão excessiva sobre os músculos das costas. As vezes, quando enfrentamos certas situações paramos de prestar atenção a nossa postura. Se chateados, tendemos a deixar nossos ombros caídos e as costas ficam arredondadas. O que pode ocasionar inevitáveis dores nas costas.

7 - Levantar objetos de maneira incorreta

Levantar objetos prejudiciais pode ser um grande problema para saúde de nossa coluna. Porém, muitas vezes em nosso dia-a-dia, esse tipo de atividade acaba sendo inevitável. No entanto uma simples dica pode te ajudar a evitar maiores danos: ao manusear objetos pesados, mantenha os joelhos flexionados e as costas retas e niveladas com a cabeça.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Via   Brightside  
Imagens VIX
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+